Vacas transgênicas produzem leite que não causa alergia
CI
Agronegócio

Vacas transgênicas produzem leite que não causa alergia

Nos países desenvolvidos, entre 2% e 3% das crianças são alérgicas a proteínas do leite de vaca no primeiro ano de vida
Por:
Nos países desenvolvidos, entre 2% e 3% das crianças são alérgicas a proteínas do leite de vaca no primeiro ano de vida

Cientistas conseguiram criar, na Nova Zelândia, uma vaca transgênica cujo leite não produz uma proteína que causa alergia em bebês.

Como escrevem os autores do estudo publicado na revista científica PNAS, nos países desenvolvidos, entre 2% e 3% das crianças são alérgicas a proteínas do leite de vaca no primeiro ano de vida.
O estudo foi feito por pesquisadores da empresa estatal de pesquisa AgResearch e da Universidade de Waikato, liderados por Goetz Laible.

A proteína que causa a alergia é conhecida como BLG, sigla para beta-lactoglobulina. Ela não existe no leite humano, mas é comum no leite de vacas e ovelhas.
Para se chegar à bezerra transgênica, foram necessários estudos em células; depois, em um modelo genético com camundongos; e, por fim, o teste com bovinos.

Tentar tirar os genes da BLG dos bovinos não deu certo. A equipe de Laible utilizou então a interferência de RNA, método que usa essa molécula, prima do DNA, para inibir a ação de genes. A técnica cortou em 96% a produção da proteína BLG.
Não se sabe muito sobre a função biológica da BLG. Os estudos são difíceis por que não há modelos em camundongos capazes de produzir bons resultados. Mesmo a técnica de interferência de RNA ainda é algo novo nos estudos com animais maiores, de pecuária.


Como os autores admitem, ainda faltam muitos estudos e experimentos para criar vacas transgênicas produzindo o leite que se deseja.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink