Vacinação: segunda etapa prossegue em Rondônia e Amapá
CI
Agronegócio

Vacinação: segunda etapa prossegue em Rondônia e Amapá

A previsão é de vacinar 150,5 mi de bovinos e bubalinos no Brasil
Por:
O segundo ciclo da vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa que está em curso no Paíse vai imunizar o rebanho de Rondônia e Amapá. A previsão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de vacinar cerca de 150,5 milhões de bovinos e bubalinos ao longo dessa fase no Brasil.


Em virtude das condições ambientais e de manejo do rebanho no Amapá, a vacinação no Estado é realizada anualmente desde 2009, com duração de 45 dias. No restante do País a imunização está prevista para iniciar em 1º de novembro. A exceção é o Estado de Santa Catarina, que constitui uma zona livre da doença sem uso da vacinação. A região do Pantanal de Mato Grosso do Sul será a última a finalizar o processo, em 15 de dezembro.


O agravamento da seca na região do Semiárido Nordestino é motivo de preocupação dos técnicos do Mapa. Conjuntamente com os representantes dos Estados, os técnicos do ministério pretendem implementar ações estratégicas para evitar o comprometimento da cobertura vacinal na região. Na maioria das unidades federativas, os rebanhos bovinos e bubalinos de todas as idades devem ser vacinados. Já na Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul (exceto zona de fronteira e Pantanal) Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Sergipe, Tocantins e no Distrito Federal apenas os animais com idade abaixo de 24 meses serão imunizados.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink