Vacinação contra febre aftosa atinge 98% do gado brasileiro
CI
Agronegócio

Vacinação contra febre aftosa atinge 98% do gado brasileiro

Por:

A campanha de vacinação contra a febre aftosa atingiu entre 90% e 98% das 183 milhões de cabeças do rebanho bovino brasileiro em 2003. Nos 14 estados reconhecidos como livres da doença, a imunização chegou a 94,9%, segundo dados do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

As ações de defesa sanitária desenvolvidas pelo Mapa permitirão o reconhecimento, até maio deste ano, de 92% do atual rebanho como livres da doença com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Até 2005, todo o rebanho brasileiro será reconhecido como livre de aftosa. O certificado da OIE funciona como uma espécie de passaporte para a abertura de novos mercados para a carne brasileira no exterior.

Desde 18 de julho de 2001, o Brasil não registra a ocorrência de febre aftosa. Mesmo nas regiões Norte e Nordeste, ainda consideradas de risco para a doença. O diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Mapa, Rui Vargas, diz que a recente declaração dos rebanhos do Acre e de 43 municípios do sul do Pará como livres da doença auxiliará no aumento das exportações em 2004.

“Isso nos deixa numa posição privilegiada de sanidade e qualidade em relação ao cenário internacional”, diz, referindo-se ao recente caso do mal da “vaca louca” surgido nos Estados Unidos. “Tivemos um desempenho bom em 2003 nas exportações de carne: aumentamos nossas vendas em 30%”. Nos últimos dois anos, o consumo interno passou de 29 para 34 kg por habitante. “No mundo, isso cresce a taxas entre 5% e 6% ao ano”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink