Vacinação fica menos de 1% da meta no CE
CI
Agronegócio

Vacinação fica menos de 1% da meta no CE

Estima-se que, pelo menos, 250 mil cabeças de gado ainda não tiveram declaradas a vacinação junto a SDA
Por:
Estima-se que, pelo menos, 250 mil cabeças de gado ainda não tiveram declaradas a vacinação junto a SDA

Fortaleza. No último dia para a entrega da declaração de vacinação contra a febre aftosa, menos de um por cento da meta deixou de ser atingida no Ceará. Até a manhã de ontem, a cobertura somava um percentual de 89,37%, de acordo com levantamento da Agência de Defesa da Agropecuária do Estado do Ceará (Adragri).


A assessoria de imprensa do órgão disse que esse dado leva em conta as declarações que foram processadas até a noite da quarta-feira passada. Por conta disso, a expectativa é que novas certificações fossem processadas ainda no dia de hoje, o que contabilizaria, pelo menos, o índice de 90%, como é requerido como meta pelo Ministério da Agricultura e Pecuária.

O relatório final deverá ser apresentado ainda hoje. No entanto, a performance da campanha de vacinação e mais as metas para 2012 serão tema de uma entrevista coletiva com o secretário de Desenvolvimento Agrário (SDA) Nelson Martins, e o presidente da Adagri, Augusto Júnior.


Resultados

De princípio, a assessoria informou que o contato com a imprensa seria na quarta-feira, mas faltaria uma confirmação ainda dos titular da SDA. A grande discussão maior tem sido a nítida desmotivação do pecuarista em imunizar seu rebanho, comparando com os resultados da primeira campanha, que aconteceu no primeiro semestre deste ano. Naquela ocasião, a meta já foi alcançada com 15 dias de campanha.

Passados mais de 20 dias da segunda etapa, menos de 30% do rebanho cearense, estimado em 250 milhões de cabeça, ainda não havia sido vacinado, apesar dos esforços da SDA e da Adagri em disponibilizar diferentes pontos de venda da vacina em todo o Estado. A vacina era vendida por R$ 2,00. No dia de 30 de novembro, foram lacradas todos os frezers, obrigando os pecuaristas a procurarem os postos da Adagri e da Ematerce, a fim de adquirir o produto e obter, assim, o Guia de Trânsito Animal (GTA). Esse documento faculta o criador a circular com os animais para atividades comerciais ou fins de exposição. Sem ele, o gado fica impossibilitado até de se deslocar de um Município para outro.


Motivação

O secretário Nelson Martins tem afirmado que a motivação para a vacinação deve ser do próprio criador, no sentido de imunizar o seu rebanho e evitar assim que seja contaminado pela febre aftosa.

Na reunião prevista para a próxima semana também será discutida a metodologia para se vacinar, no período fora da campanha. Para tanto, haverá um custo extra para o produtor, uma vez que além de comprar a vacina por R$ 2,00 a unidade ainda pagará uma multa de R$ 13,43. Além disso, a vacinação será assistida por técnicos de extensão do governo do Estado.

Investimento

Adagri é o órgão responsável pela execução do Plano Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa no Ceará. Para o Estado, a atividade pecuária tem significação econômica fundamental. Para a campanha deste ano, o Ministério da Agricultura e Pecuária investiu no Estado R$ 15 milhões para aquisição de equipamentos e a contrapartida do Governo Estadual será a contratação de pessoal.


Comparando com igual período ano passado, no segundo semestre de 2010, de um total de 140 mil criadores, 36 mil ficaram inadimplentes com a vacina contra a aftosa.

Isso resultou na notificação de todos os inadimplentes e, em apenas 45 dias, 60% regularizaram a situação. Não existe tratamento contra a febre aftosa e sim medidas profiláticas específicas pelo uso de vacinas. Essas ações profiláticas, como tem lembrado Nelson Martins, consistem na tomada de ações para imunização do rebanho, pela utilização de vacinas de procedência idônea, com garantia de que estejam dentro dos padrões de produção e conservação permitidas pela legislação.

MAIS INFORMAÇÕES

Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri)
Telefones: (85) 3101. 2500
Escritórios regionais da Ematerce

MARCUS PEIXOTO

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.