Vale adquire participação adicional na Vale Fertilizantes
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

Vale adquire participação adicional na Vale Fertilizantes

A Vale passa a deter 78,90% do capital da Vale Fertilizantes
Por: -Janice
3689 acessos

A Vale informa que concluiu a aquisição por US$ 1.029.811.129,77 de 20,27% do capital da Vale Fertilizantes S.A. (Vale Fertilizantes) - anteriormente denominada Fertilizantes Fosfatados S.A. Fosfertil - detida pela The Mosaic Company (Mosaic).

A Vale exerceu, através de sua subsidiária integral Mineração Naque S.A., opção de compra conforme contrato celebrado com a Mosaic em 10 de fevereiro de 2010. Este contrato era parte do processo de aquisição de 100% do capital da Bunge Participações e Investimentos, conforme divulgado publicamente em 27 de janeiro de 2010.

A aquisição da participação de 20,27% do capital da Vale Fertilizantes, que corresponde a 27,27% das ações ordinárias e 16,65% das ações preferenciais dessa empresa, foi realizada ao preço de US$ 12,0185 por ação, mesmo preço por ação pago à Bunge Fertilizantes S.A., Fertilizantes Heringer S.A., Fertilizantes do Paraná Ltda e Yara Brasil Fertilizantes S.A., quando da aquisição de suas participações diretas e indiretas na Vale Fertilizantes, conforme anunciado publicamente em 27 de maio de 2010, "Vale conclui etapas importantes da aquisição de ativos de fertilizantes".

Com a conclusão desta aquisição, a Vale passa a deter 78,90% do capital da Vale Fertilizantes, o que compreende 99,81% das ações ordinárias e 68,24% das ações preferenciais dessa empresa.

Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2010

De acordo com o comunicado divulgado em 27 de maio de 2010, a Vale submeteu à aprovação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) registro de oferta pública obrigatória (OPA) para aquisição de 0,19% das ações ordinárias detidas pelos acionistas minoritários da Vale Fertilizantes.

A aquisição da Vale Fertilizantes é consistente com a estratégia da Vale em se transformar em líder global no mercado de fertilizantes. Para alcançar esse objetivo, dispomos de ampla plataforma de projetos de operações de potássio e fosfatados no Brasil, Argentina, Peru, Canadá e Moçambique, que se encontram em diversos estágios de desenvolvimento. Em julho de 2010, entrou em operação a mina de rocha fosfática de Bayóvar, no Peru, um ativo de classe mundial e o primeiro projeto "greenfield" concluído pela Vale na área de fertilizantes.

As informações são da assessoria de imprensa da Vale.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink