Soja

Valor de exportações cresce 26,9% no Estado

Soja e veículos foram os principais produtos da pauta comercial do Rio Grande do Sul
Por:
28 acessos

As exportações gaúchas totalizaram US$ 1,58 bilhão em outubro, aumento de 26,9% em comparação a outubro do ano passado. As vendas de soja em grão e de automóveis foram determinantes para o crescimento das exportações do Rio Grande do Sul. Os dados foram divulgados ontem pela Fundação de Economia e Estatística (FEE). 

De acordo com o economista da FEE Vinícius Fantinel, esse desempenho ocorreu em função da elevação no volume exportado (49,7%), já que os preços se reduziram em 15,2%. Em outubro, o Estado foi o 4º maior exportador do Brasil, responsável por 8,42% das vendas externas nacionais, atrás de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

No mês, destacam-se os crescimentos de três setores: as vendas de soja em grão elevaram-se 71,4%, as de automóveis de passageiros aumentaram 212,0%, e as de fumo em folhas tiveram alta de 15,3%. Fantinel destaca que, assim como no trimestre anterior, houve crescimento considerável nas vendas de automóveis. "A maior parte desses veículos automotores teve como destino países da América Latina, o que derivou, em grande parte, dos acordos automotivos firmados entre o governo brasileiro e alguns países latino-americanos a partir de 2015", explica. O pesquisador pontua ainda que o incremento nas vendas de automóveis para o exterior também é uma maneira de compensar o baixo dinamismo do mercado interno brasileiro de automóveis. 

Outubro registrou acréscimo no valor exportado dos produtos básicos, manufaturados e semimanufaturados. Os produtos básicos responderam por 54,99% do total exportado no mês, e os produtos manufaturados foram responsáveis por 38,02% da pauta exportadora. Já a venda dos semimanufaturados resultou em 6,28% do total exportado. 

De acordo com os dados divulgados pela FEE, os principais produtos exportados em outubro pelo RS foram soja em grão (19,91%), fumo em folhas (17,17%), polímeros (5,60%), carne de frango (5,48%), farelo de soja (4,99%) e automóveis de passageiros (4,05%). Os principais países de destino dos produtos gaúchos foram China, Argentina, Estados Unidos, Itália, Coreia do Sul e Paraguai. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink