Variação no câmbio tem beneficiado as commodities de café
CI
Imagem: Pixabay
CÂMBIO

Variação no câmbio tem beneficiado as commodities de café

Preços do café arábica sofreram as maiores altas devido ao aumento da demanda
Por:

De acordo com dados apresentados no boletim Agromensal, os preços do café arábica sofreram as maiores altas devido ao aumento da demanda no mercado externo e a forte alta do dólar, além também do aumento da demanda no mercado interno. Em março, a média do dólar foi de R$4,892 - aumento de 12,9% em relação a fevereiro. No dia 27 de abril, a moeda americana fechou cotada a R$ 5,664. Desde que foi decretada a pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 11 de março, o dólar já sofreu um aumento acumulado de mais de 11% em pouco mais de um mês. 

A commodity café teve valorização em função das preocupações com restrição de oferta, dos possíveis impactos da pandemia no abastecimento mundial de café e da demanda pelo grão. Segundo o boletim Agromensal, mesmo com o fechamento de restaurantes, lanchonetes e cafeterias, a demanda por café aumentou na maior parte dos países consumidores, inclusive no Brasil. A preocupação dos produtores, no entanto, está relacionada à logística para levar o grão até o produtor final, já que houve redução de caminhões na malha rodoviária brasileira e de contêineres disponíveis para exportação. Tudo isso somado ao fato de estarmos no período de entressafra, no qual a oferta do produto é menor.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.