VBP do Paraná deve fechar 2014 em queda
CI
Agronegócio

VBP do Paraná deve fechar 2014 em queda

Redução na produção de soja e milho reflete na rentabilidade do agronegócio do Estado
Por:
Redução na produção de soja e milho reflete na rentabilidade do agronegócio do Estado

O Valor Bruto da Produção do Paraná (VBP) deverá ter uma queda em 2014, segundo números divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa). Para este ano o VBP paranaense está estimado em R$ 46 bilhões, R$ 4,7 bilhões a menos em relação a 2013. A queda na produção de soja e milho, que representa 59% do VBP agropecuário do Estado, foi um dos fatores que contribuíram para a redução na estimativa neste ano, segundo avalia José Garcia Gaspes, coordenador de planejamento estratégico do Mapa.

A estimativa de VBP para a sojicultura paranaense em 2014 é de R$ 14,8 bilhões. No ano passado o valor chegou a R$ 15,9 bilhões. O milho também possui uma projeção de queda neste ano, passando de R$ 17,5 milhões em 2013 para uma estimativa de R$ 15,3 milhões. "As duas commodities tiveram queda de produção", observa Gaspes, justificando a queda no valor da produção no Paraná.

Na última safra de verão - ciclo 2013/14 - a produção de soja no Paraná, segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), registrou uma queda de 7% em relação à temporada passada. Ao todo, foram retiradas das lavouras do Paraná 14,61 milhões de toneladas, ante 15,79 milhões de toneladas referente ao ciclo anterior.

Apesar da queda de VBP nas duas principais commodities do Estado, outras culturas apontam para um incremento no valor bruto da produção. Gaspes cita o exemplo do feijão, cujo VBP deverá ter um crescimento de 16% neste ano em relação a 2013. Porém, o que mais surpreendeu o coordenador de planejamento do Mapa foi a batata, que deverá ter um aumento de 40% no VBP, seguido da laranja com 29,5% de aumento.

Mas Gaspes revela que o produto que vem segurando o VBP no Paraná é o trigo. Para este ano, o valor da produção do cereal está estimado em R$ 3,2 bilhões, ante R$ 1,6 bilhão contabilizado no ano passado. Aposta do produtor paranaense nesta safra de inverno, o trigo teve um aumento na área plantada de 33% em relação ao ciclo 2012/13, fator que justifica o prognóstico positivo do VBP do cereal para 2014.

Brasil
Para este ano o VBP do agropecuário nacional está estimado em R$ 447,7 bilhões, contra R$ 435,44 bilhões registrado em 2013. Porém, Gaspes salienta que a estimativa deste ano ainda não contabilizou os estragos causados pelas chuvas nas lavouras da região Sul do País. O coordenador de planejamento do Mapa revela que o algodão possui uma das melhores expectativas de crescimento em VBP neste ano, com um incremento estimado em 66,5%.

O Centro-Oeste brasileiro deve deter a liderança de VBP de 2014 com R$ 111,6 bilhões, seguindo da região Sul (R$ 108,4 bilhões) e Sudeste (R$ 108 bilhões).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink