Veja como ficam as chuvas em novembro
CI
Imagem: Pixabay
CLIMA

Veja como ficam as chuvas em novembro

País deve ter chuvas bem distribuídas nas regiões produtoras, com exceção do Sul
Por: -Eliza Maliszewski

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou a previsão do tempo entre os dias 9 e 25 de novembro. Grandes regiões produtoras como Mato Grosso e Matopiba devem ter grandes volumes. Por outro lado as que estão sofrendo com estiagem como Santa Catarina e Rio Grande do Sul devem ter pouca precipitação.

Até o dia 16 de novembro os maiores acumulados de chuva serão em parte da Região Norte e Sudeste do Brasil. No Norte, os acumulados de chuva poderão variar entre 10 e 80 mm, com maiores valores previstos para o estado do Amazonas.

Na Região Sudeste, os maiores acumulados de chuva deverão ocorrer em São Paulo, sul de Minas Gerais e região Serrana do Rio de Janeiro com valores em torno de 90 mm. Não estão descartas tempestades localizadas com chuva forte, rajadas de vento e possível queda de granizo em umas áreas da região.

A Região Sul deverá ter chuvas mais significativas no norte do Paraná e no leste de Santa Catarina. De maneira geral, os acumulados deverão variar entre 5 e 70 mm. Na Região Centro-Oeste, os acumulados de chuva deverão variar entre 10 e 70 mm.

A Região Nordeste não deverá ter chuvas significativas e, na região do Matopiba, as chuvas deverão se concentrar no Maranhão e em Tocantins, mas com acumulados baixos.

Já entre os dias 17 e 25 de novembro as chuvas devem ser alinhadas desde a Região Norte e se prolongando até as regiões Sudeste e Nordeste do Brasil. Nessa faixa, os acumulados de chuva poderão ficar em torno de 100 mm.

Na Região Centro-Oeste, os acumulados de chuva deverão ser mais significativos no Mato Grosso e no centro-norte de Goiás, com valores que podem chegar aos 100 mm. No Matopiba as chuvas deverão ser generalizadas com acumulados podendo chegar aos 100 mm em algumas localidades.

Na Região Sul a tendência é de pouca chuva. De maneira geral, os acumulados de chuva poderão variar entre 10 e 60 mm.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink