Vencedores do Concurso de Qualidade dos Cafés da Microrregião da Canastra, na região Centro-Oeste de MG

Agronegócio

Vencedores do Concurso de Qualidade dos Cafés da Microrregião da Canastra, na região Centro-Oeste de MG

O Concurso de Qualidade dos Cafés da Microrregião da Canastra teve a participação de cafeicultores de sete municípios 
Por:
371 acessos

 

O Concurso de Qualidade dos Cafés da Microrregião da Canastra teve a participação de cafeicultores de sete municípios 

Uma disputa promovida pela Emater-MG em parceria com a Canastra Coffes escolheu os melhores cafés da microrregião da Canastra, localizada no Centro-Oeste de Minas Gerais. O Concurso de Qualidade dos Cafés da Microrregião da Canastra teve a participação de cafeicultores de sete municípios e escolheu o cinco melhores cafés. O evento aconteceu em Piumhi, no início do mês.

Os vencedores do concurso são todos do município de Vargem Bonita e da categoria Natural. O cafeicultor Joel Luiz de Faria foi o campeão. O segundo lugar ficou com o produtor Roberto Martins de Faria. A terceira colocação foi para Bruno Cézar de Melo Martins. Jânio Costa ficou em quarto lugar e a quinta posição ficou com Gilson Luiz de Faria.

Essa foi a primeira edição do concurso. “O objetivo foi promover os cafés de qualidade da região da Canastra e despertar de forma educativa a produção, conhecimento e comercialização dos cafés de qualidade”, diz o extensionista da Emater-MG, Eduardo Uliana.

O concurso recebeu 48 amostras nas categorias Natural e Cereja Descascado. Os grãos foram avaliados em duas etapas. “Na primeira foram avaliados os critérios físicos e sensoriais, se as amostras estavam no padrão exigido pelo regulamento do concurso. Na segunda etapa, foram avaliados apenas os critérios sensoriais”, diz o técnico da Emater-MG.

Os cafeicultores que participaram da disputa são dos municípios de Piumhi, São Roque de Minas, Vargem Bonita, Capitólio, Pimenta, Doresópolis e Córrego Fundo. Segundo Eduardo Uliana, o concurso é importante para a divulgação dos cafés de qualidade da microrregião da Canastra. “É uma forma de incentivar os cafeicultores a produzirem cafés de qualidade e que eles possam melhorar e buscar novas oportunidades”, afirma.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink