Agronegócio

Vendas de fertilizantes iniciaram recuperação em outubro

No auge do plantio das lavouras de soja, a procura por fertilizantes surpreendeu as revendas de Rondonópolis (MT)
Por: -Redação
1 acessos

No auge do plantio das lavouras de soja, a procura por fertilizantes surpreendeu as revendas de Rondonópolis (MT). A antecipação das chuvas e as perspectivas futuras de recuperação no preço da oleaginosa, do algodão e do milho empolgaram os agricultores, que na última hora decidiram ampliar as aquisições de insumos. A perspectiva, que antes era de queda de até 30% nas encomendas deste ano, agora é de pelo menos empatar o volume de vendas com o do ano passado.

O representante da revenda de fertilizantes Semear, Enio Jonas Karkle, que comercializa os Adubos Galvani no Sul do Estado, destaca que para este ano a previsão era de comercializar 70 mil toneladas de adubos. Com a corrida em busca do insumo a partir de outubro, ele diz que o número vai chegar a 80 mil toneladas somente na região Sul – mesma quantidade vendida no ano passado.

Ele conta que apenas em outubro, mês de maior pique, a empresa entregou 35 mil toneladas de adubos. A maior demanda partiu de municípios como Campo Verde, Itiquira, Alto Garças e São Lourenço. A grande procura levou as empresas ao limite para conseguir cumprir com os prazos de entrega dos produtos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink