Agronegócio

Vendas de gado seguem aquecidas na região Central do RS

As vendas na região continuam bastante aquecidas, tanto para o gado gordo, como o de reposição e o de cria
Por: -Redação
2 acessos

Como já foi relatado anteriormente, são satisfatórias as condições gerais das pastagens que apresentam boa produção de matéria seca. Em conseqüência, estão mantidas as boas condições nutricionais do rebanho no Rio Grande do Sul, resultado que tem elevado os índices de reprodução (aparecimento de cio e níveis de prenhes).

Na região Central, em áreas de basalto com freqüentes afloramentos rochosos, a exemplo do que ocorre nos municípios de Santiago e Unistalda que, conseqüentemente, estão mais sujeitos a terem problemas com a redução das precipitações, mesmo nestes, os produtores têm conseguido manter uma boa condição corporal dos animais. As vendas na região continuam bastante aquecidas, tanto para o gado gordo, como o de reposição e o de cria.

Na praça de comercialização do município de Encruzilhada do Sul, por exemplo, os negócios têm acontecido nas seguintes médias para animais de reposição e de cria, vaca de invernar R$ 1,60, novilhos de 2 e 3 anos R$ 1,80, novilhos de sobreano R$ 1,80, terneiro R$ 2,30, terneiras R$ 2,10. Em outras praças do estado, as vendas se mantêm estáveis com registro de poucos negócios e, em alguns casos, apresentando uma tendência de queda na comercialização de animais para abate. As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink