Vendas de máquinas agrícolas crescem 35,1%
CI
Imagem: Divulgação
CRESCIMENTO

Vendas de máquinas agrícolas crescem 35,1%

Tecnologia no campo é reflexo da busca por maior rapidez do plantio e colheita, facilidade de manejo e padronização dos processos agrícolas
Por: -Aline Merladete

As vendas de máquinas agrícolas cresceram 35,1% em abril deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Os números mostram ainda que, no total, 6,1 mil unidades foram entregues a produtores rurais no quarto mês do ano – um crescimento de 24,8% frente ao volume de março.

Para o Coordenador de Vendas/Marketing da Agritech César Roberto Guimarães de Oliveira, esse aumento nas vendas de máquinas pode estar relacionada com a demanda crescente da mecanização agrícola que tem revolucionado o agronegócio mundial, potencializando a economia das famílias do campo.

“No caso da agricultura familiar, que é o foco dos tratores fabricados pela Agritech, este anseio pela mecanização é reflexo da busca por maior rapidez do plantio e colheita, facilidade para o manejo e da manutenção das lavouras, além da padronização dos processos agrícolas”, opina Oliveira.

Dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também comprovam essa dinâmica. Entre tratores, semeadeiras, colheitadeiras e adubadeiras, o Brasil conta com mais de dois milhões de máquinas, número que cresceu nos últimos três anos.

Ainda sobre o balanço da Fenabrave, nos quatro primeiros meses deste ano, as vendas de máquinas agrícolas somaram 20,2 mil unidades, uma alta de 36,6% em relação ao mesmo período de 2021.

“Acredito que esse desempenho poderia ser ainda melhor, não fossem as dificuldades que tivemos em obter peças com alguns fornecedores, além da espera pelos produtores rurais da liberação do Plano Safra”, afirma o coordenador.

Tratores para a agricultura familiar

A Agritech é pioneira na indústria brasileira ao fabricar linhas de tratores voltados para a agricultura familiar. A indústria é líder na venda de tratores de potência de até 65CV voltados especialmente para pequenos agricultores.

“A nossa premissa é levar tecnologia para o campo e, assim, contribuir com o desenvolvimento dos agricultores e da produção nacional. Neste sentido, nossos equipamentos são voltados para pequenas áreas com toda a expertise em desenvolver produtos especialmente direcionados aos agricultores familiares”, garante Oliveira.

Ainda de acordo com ele, a agricultura familiar emprega mais de 70% da mão de obra agrícola no Brasil e é responsável por 60% de todo o alimento que chega à mesa dos brasileiros. As linhas de tratores da Agritech atendem a fruticultura, a horticultura ou culturas adensadas como o café.

Inovação, conforto e segurança para pequenas áreas

Para atender aos pequenos produtores, a Agritech, por exemplo, oferece uma linha de tratores versão cabine de fábrica. Os cabinados foram desenvolvidos especialmente para garantir maior segurança e conforto nas operações conforme exigências das normas regulatórias.

“Nossa linha de tratores cabinados oferecem soluções que antes somente os modelos de maior porte e potência poderiam oferecer”, afirma Oliveira ao reforçar a preocupação com as demandas dos pequenos produtores familiares.

As cabines são equipadas com estruturas monobloco de proteção contra capotamento, porta traseira ampla, controles do ar condicionado com botões de comandos com fácil acesso, sistemas de ar frio e a renovação do ar da cabine ocorre por meio de um sistema eletrônico, que funciona com um simples toque em um botão.

Além disso, o operador tem à sua disposição todo o acionamento das alavancas que oferece mais facilidade nas operações.

A linha de tratores cabinados de fábrica oferece segurança ocupacional que proporcionam, especialmente em aplicações como pulverização, a Agritech possui a mais ampla linha de modelos: 1155-4, 1155-4 Super Estreito, 1160, 1175-4 e o modelo 1185.

“O mercado de culturas adensadas exige cada vez mais produtos com características específicas para a atividade. Por isso, os nossos tratores vêm ao encontro com essas exigências tais como variação de potência, dimensões adequadas, baixa compactação de solo, considerado fator muito importante em culturas perenes. Tudo isso aliado ao baixo consumo de combustível”, aponta Oliveira.

*assessoria


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.