Agronegócio

Vendas de morango no MLP da CeasaMinas somaram R$ 2,1 milhões em setembro

Fruta foi destaque pelo segundo mês consecutivo, com movimento 27,4% superior ao de agosto
Por:
1179 acessos
Por dois meses consecutivos, neste ano, o desempenho do morango teve destaque na comercialização do Mercado Livre do Produtor (MLP) da CeasaMinas, em Contagem. As vendas da fruta, em setembro, somaram R$ 2,1 milhões, atrás apenas da banana, que respondeu por R$ 4,1 milhões, informa a Subsecretaria de Agricultura Familiar da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

André Azevedo Sousa, assessor técnico da Superintendência de Abastecimento Alimentar e Comercialização da Subsecretaria – que coordena a gestão do MLP –, explica que a receita gerada pelo morango, em setembro, foi 27,4% superior à registrada em agosto. “Foram vendidas 466,7 toneladas, equivalentes a 64,1% do total da fruta comercializada no entreposto. Esses resultados possibilitaram ao morango trocar de lugar com a tangerina, que foi vice-campeã de vendas em agosto. Além disso, os dados mostram a força do MLP como plataforma estratégica para o abastecimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte.”     

Pouso Alegre, no Sul de Minas, mantém a liderança como fornecedor de morango no Estado. Depois vêm os municípios de Alfredo Vasconcelos, Ressaquinha e Barbacena. De acordo com Sousa, os quatro responderam por 95,6% da oferta da fruta no entreposto.

Mais valorizadas

As oito frutas mais valorizadas no MLP (banana, morango, tangerina, abacaxi, manga, mamão, abacate e limão) movimentaram R$ 10,6 milhões. O valor registrado pela comercialização do grupo teve uma variação positiva de 2,6% na comparação com a cifra registrada em agosto, e equivale a cerca de 21,3% do obtido no período com as vendas totais do MLP, que atingiram R$ 49,9 milhões.

Já o volume de comercialização das oito frutas, em setembro, ficou em torno de 7,8 mil toneladas, um recuo da ordem de 16% na comparação com os negócios realizados em agosto. Conforme a explicação do assessor técnico, os dados sobre a redução da quantidade vendida, e ao mesmo tempo o registro de aumento da receita, confirmam o aquecimento dos preços das frutas mais valorizadas no período analisado.

Hortaliças  

Em setembro, a comercialização das oito principais hortaliças no MLP atingiu 19,7 mil toneladas, correspondentes a 43,8% do conjunto das vendas na unidade. O valor atingido foi de R$ 22,3 milhões.

Líder em vendas no setor de hortaliças do MLP, o tomate somou 7,7 mil toneladas. Participação da ordem de 17,1% no total comercializado na unidade. A receita do tomate alcançou R$ 5,9 milhões, cifra 7,2% maior que a registrada em agosto. O valor equivale a 11,9% do total apurado nas vendas do MLP.

Os demais produtos relacionados no ranking das hortaliças mais vendidas diretamente pelos produtores, no nono mês, foram: quiabo, pimentão, cenoura, batata,  batata-doce, mandioca e inhame.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink