Vendas externas de Mato Grosso reduzem 7,64%

Agronegócio

Vendas externas de Mato Grosso reduzem 7,64%

Complexo soja, especialmente em grão, puxou a retração nas vendas no mês e no acumulado do ano
Por: -Laís Costa Marques
1034 acessos
Complexo soja, especialmente em grão, puxou a retração nas vendas no mês e no acumulado do ano

As exportações do agronegócios reduziram 7,64% em outubro com relação ao mesmo mês do ano passado, quando US$ 585,137 milhões foram comercializados. No décimo mês deste ano foram US$ 540,404 milhões referentes ao envio, principalmente de soja, cereais, carnes e algodão. Com relação ao volume embarcado ao mercado externo, a redução foi maior ainda, de 33%, e atingiu 454,99 mil toneladas.

O complexo soja teve grande representação na queda, visto as transações foram 34% menores e de US$ 293,663 milhões as exportações reduziram para US$ 192,334 milhões, com destaque para a soja em grão, com 63% a menos do que há um ano. Em contrapartida, os cereais, neste caso o milho, registrou um incremento de 60% nas vendas externas e alcançou US$ 152,24 milhões.

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e de Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Glauber Silveira, diz que a agilidade dos leilões promovidos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foi fundamental para o escoamento da produção. "Os prêmios distribuídos este ano aceleraram a comercialização".

No segmento de carnes, que mês após mês em 2010 aponta uma recuperação, exportou US$ 94,932 milhões em outubro, 7,3% a mais do que no mesmo período de 2009. Para o superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Otávio Celidônio, o incremento é resultado da retomada do setor, muito atingido pela crise financeira mundial. "Ano passado foi muito ruim, a crise fez com que a demanda fosse menor e a falta de crédito levou muitos frigoríficos à falência. Com a retomada da demanda externa, indústrias e produtores começam a se recuperar".

O açúcar não foi comercializado em outubro, sendo que em 2009 17,5 mil toneladas foram vendidas. O diretor-executivo do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras (Sindalcool), Jorge dos Santos, diz que o Estado exporta pouco, apenas US$ 25 milhões e referentes a um contrato antigo e que a ausência pode ser um atraso ou adiantamento no envio da encomenda. "Este açúcar pode ter sido enviado antes ou postergado".

As fibras têxteis ampliaram em 48% as exportações. Foram vendidos US$ 82,610 milhões ante US$ 55,499 milhões em igual mês de 2009. Os produtos florestais tiveram uma redução de 66%.

Acumulado - Entre janeiro e outubro Mato Grosso apresentou uma retração de 3,5% no montante comercializado no exterior e de US$ 7,37 bilhões em 2009 operou neste ano US$ 7,11 bilhões. Novamente o complexo soja foi a principal influência, visto que reduziu em 15% suas exportações. Otávio Celidônio explica que a soja tem sido melhor absorvida no mercado interno, sendo processada e utilizada pela indústria local.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink