Verminoses exigem atenção dos criadores de ovinos

Agronegócio

Verminoses exigem atenção dos criadores de ovinos

As verminoses que afetam os rebanhos brasileiros de ovinos têm entre março e junho um dos picos de ocorrência
Por: -Admin
7 acessos

As verminoses que afetam os rebanhos brasileiros de ovinos têm entre os meses de março e junho um dos picos de ocorrência. O momento é de atenção máxima com a saúde dos animais, que representam um dos segmentos da pecuária que mais cresce no país. Doenças, portanto, são sinônimo de prejuízo para os criadores.

Atenta a esse cenário, a Fort Dodge Saúde Animal tem priorizado as pesquisas de medicamentos de última geração que atendam à demanda da modernização e crescimento da caprinovinocultura brasileira. Trata-se do único laboratório no mundo, por exemplo, que conseguiu reunir em só produto - o Biodectin - dois componentes essenciais à saúde dos ovinos, vacinas e vermífugo (endectocida).

Com essa associação, o animal tratado com Biodectin fica protegido contra as verminoses - que realmente são capazes de matar os ovinos - graças à molécula Moxidectina, exclusiva da Fort Dodge, que apresenta o melhor resultado de proteção frente as parasitoses que atingem esses animais. O Biodectin também possui proteção contra a linfadenite caseosa, doença conhecida como "mal do caroço". Além disso, a vacina protege contra o carbúnculo sintomático, a hepatite necrótica, a enterotoxemia, o edema maligno e o tétano.

O Biodectin atua ainda no combate a sarnas, bicho-da-cabeça, piolhos sugadores e contra os principais nematóides gastrointestinais e pulmonares. Finalmente, o produto oferece proteção de até 42 dias contra o Haemonchus contortus, verme considerado o grande vilão dos rebanhos ovinos e que vem demonstrando resistência a grande parte dos vermífugos do mercado.

"Na verdade o Biodectin reúne sete produtos em uma picada", afirma Nilder Laganá. Ele informa também que só é necessária uma dose de reforço da vacina ao ano. "É o produto que oferece maior tempo de proteção do mercado", diz.

A linha de produtos da Fort Dodge para ovinos inclui também os antiparasitários Cydectin Oral e Cydectin Ovinos, da mesma forma à base da molécula Moxidectina; o primeiro é eficaz contra as principais verminoses gastrointestinais e pulmonares dos ovinos, oferecendo até 35 dias de proteção pós-tratamento; já o segundo, além de combater as mesmas verminoses, protege também contra a sarna e bicho-da-cabeça. As informações são da assessoria de imprensa da Fort Dodge.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink