Veterinários debatem inspeção de produtos de origem animal

Debate

Veterinários debatem inspeção de produtos de origem animal

Evento promovido pelo Simvet/RS durante a Expoleite/Fenasul vai discutir a implementação da nova lei no RS
Por:
68 acessos

O Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Rio Grande do Sul (Simvet/RS) promoverá durante a edição deste ano da Expoleite/Fenasul um painel que vai debater o cenário da inspeção de produtos de origem animal no Rio Grande do Sul. O evento será no dia 18 de maio, a partir das 9h, no auditório do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), e contará com a participação do diretor da Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul, Antônio Aguiar, e de representantes da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).

De acordo com a presidente do Simvet/RS, Angelica Zollin, que será a mediadora do debate, o evento será um momento para que os médicos veterinários possam conhecer a nova legislação, sancionada no final de 2017, e esclarecer dúvidas sobre o tema, além de apresentar o exemplo do Estado de Santa Catarina e como o modelo funciona por lá. "Deixamos o convite para que nossos colegas participem, tirem suas dúvidas, exponham suas ideias, pois este será um fórum destinado a isto. A posição do sindicato é a de estar alerta para que o serviço ocorra da melhor maneira possível", salienta.

Apresentada pela Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul no ano passado, a nova legislação recebeu questionamentos do Simvet/RS em um primeiro momento pela forma de apresentação sem o debate com as entidades da categoria. Sensível à solicitação do sindicato, o então secretário da Agricultura, Ernani Polo, ouviu as reivindicações do Simvet/RS, que foram incluídas no Projeto de Lei PL 125/2017, aprovado na Assembleia Legislativa do Estado. 

Entre as propostas apresentadas pelo sindicato, estavam a criação de um comitê de técnicos especialistas na área de inspeção de produtos de origem animal que não sejam ligados ao serviço público em qualquer uma das esferas, seja municipal, estadual ou federal, além da autonomia do médico veterinário que irá exercer esta inspeção. O Simvet/RS propôs que o inspetor veterinário só poderá ser removido do seu local de trabalho mediante pedido dele próprio ou com autorização do fiscal agropecuário, este que vai exercer a fiscalização dentro da inspeção.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink