Vietnamitas querem produzir mais café arábica

Agronegócio

Vietnamitas querem produzir mais café arábica

A produção do Vietnã será de 16,5 milhões de sacas nos 12 meses iniciados no dia 1º de outubro
Por: -Redação
1 acessos

O Vietnã que é o maior produtor mundial de café robusta trabalha com a Indonésia e com outros países do Sudeste Asiático para expandir a produção do café arábica por ser mais valorizado e mais demandado. As informações são do Departamento da Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

"Eles estão avançando mais no que chamam de café especial, o arábica", disse a economista do USDA, Debra Pumphrey. "É por isso que a produção está crescendo naquela região", acrescenta a analista. O Vietnã vem aumentando a produção de café nos últimos 15 anos, ultrapassando a Colômbia, hoje em segundo lugar, atrás do Brasil que lidera o mercado tanto em produção quanto em exportações. Aquele país está se tornando no segundo maior produtor mundial de café.

A produção do Vietnã será de 16,5 milhões de sacas nos 12 meses iniciados no dia 1º de outubro. Do total, o robusta representa 16,08 milhões, segundo as estimativas do USDA. A produção do arábica aumentará para 417 mil sacas, ante as 300 mil no ano passado.

O café robusta é usado principalmente para fabricar cafés solúveis e expresso. O grão negociado na Bolsa Européia subiu 22% no ano passado, para cerca de US$ 1,515 a tonelada métrica (US$ 0,69 a libra peso). Os preços do arábica, preferido pelas redes de cafés, como a Starbucks, tiveram pouca alteração no ano passado, em cerca de 1,18 centavos de dólar por libra peso em Nova York.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink