Villefort promove leilão de reprodutores Guzerá PO e Gir Leiteiro PO

Agronegócio

Villefort promove leilão de reprodutores Guzerá PO e Gir Leiteiro PO

Com fazendas no Norte de Minas Gerais e na região metropolitana de Belo Horizonte, o empresário e pecuarista Virgílio Villefort inova e promove em 09 de novembro, às 19h30, pelo Canal do Boi, o leilão misto de 80 reprodutores zebuínos Gir PO e Guzerá
Por:
3565 acessos
Com fazendas no Norte de Minas Gerais e na região metropolitana de Belo Horizonte, o empresário e pecuarista Virgílio Villefort inova e promove em 09 de novembro, às 19h30, pelo Canal do Boi, o leilão misto de 80 reprodutores zebuínos Gir PO e Guzerá PO de alta qualidade genética. Para a oferta de Guzerá, foram selecionados somente animais mochados, para facilitar o manejo, e atestados pelo rigoroso Programa de Melhoramento Genético da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

Para demonstrar a eficiência do gado em sistemas de cruzamento, Villefort também apresentará seis lotes de bezerros comerciais, que serão ofertados em cargas fechadas: duas de bezerros Guzonel (Guzerá PO x Nelore), duas de bezerros Girados (Gir Leiteiro PO x Guzonel) e duas de bezerros tricross (Simental PO x Guzonel). “Selecionamos os melhores animais da nossa safra mais recente para surpreender nossos clientes. Assim como em todos os leilões que promovemos neste ano, todos possuem desempenho acima da média e genética superior comprovada”, informa Villefort.

Além da qualidade à venda, o leilão de reprodutores contará ainda com facilidades de pagamento e frete rodoviário gratuito em determinadas regiões. Os reprodutores PO serão negociados em 24 parcelas, à vista com 10% de desconto ou em 14 parcelas com desconto de 5%. Já os bezerros comerciais seguem em 03 parcelas. A isenção do frete vale para Minas e nos estados de fronteira (para compras acima de quatro animais). Nas demais localidades, dentro da malha rodoviária, para 10 unidades ou mais. Estas condições de frete grátis não valem para os lotes de cruzamentos comerciais.

Caracterização racial e rusticidade - Virgílio Villefort é um criador audacioso, que incorporou as melhores linhagens de Guzerá PO e Gir Leiteiro PO disponíveis no mercado ao seu plantel. A base de sua criação provém de rebanhos consagrados, adquiridos através de parcerias ou em leilões de grandes selecionadores. Com a constante modernização das tecnologias em reprodução animal, ele rapidamente multiplicou essa genética e hoje tem seu nome entre os principais criadores do Brasil.

No caminho certo - Em outubro, Virgílio Villefort visitou fazendas na Índia para ver as doadoras Gir e Guzerá que estão produzindo embriões para o Brasil. “Quis acompanhar de perto a criação destas duas raças nas suas origens para saber qual direção devo dar aos meus negócios de pecuária nos próximos anos. Constatei que nós, criadores aqui no Brasil, já estamos no caminho certo. Evoluímos muito tanto no Gir quanto no Guzerá”, esclarece.

Uso obrigatório de receptoras 100% Zebu - A Seleção Villefort está se preparando para atender a recente resolução da ABCZ: a partir de 2014 será obrigatório o uso de receptoras com genética 100% zebuína nos processos de TE e FIV para as raças Nelore, Nelore Mocho, Brahman, Cangaian, Indubrasil e Sindi, conforme artigo 106, parágrafo único, do Regulamento do Serviço de Registro Genealógico das Raças Zebuínas da ABCZ.

Conforme estimativa do pecuarista Virgílio Villefort, “ao final deste prazo, o setor terá 330 mil receptoras implantadas somente com Nelore e Brahman. E para este volume serão necessárias 600 mil vacas 100% zebuínas em trabalho de FIV e TE”. Ele informa que hoje o mercado usa como receptora para implante, embriões de Brahman e Nelore PO, na maioria meio sangue zebu x europeu e para em torno de 23 a 28 arrobas de boi gordo por receptora.

“Da para se ter uma ideia do lucro que terá quem se preparar para 2014”, adianta, ao esclarecer que, para atender a demanda pode-se utilizar receptoras Guzonel, resultado do cruzamento de Guzerá PO x Nelore comercial. “Este choque de sangue contribui com o aumento de tamanho, mais leite, docilidade, longevidade, rusticidade, facilidade no parto e facilidade também para criação a pasto”, ressalta o criador. Ele defende que o Guzerá deverá se a raça que mais contribuirá com essa determinação.
 
As informações são da assessoria de imprensa da  Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink