Vistoria aponta risco de morte de gado

Agronegócio

Vistoria aponta risco de morte de gado

Por:
394 acessos

Morte significativa no rebanho, de 52 mil cabeças de gado, é o principal risco, segundo Divino Caetano da Silva, diretor de Distribuição de Mandados Judiciais do TRT de Goiás, que esteve em inspeção judicial na Fazenda Agropecuária Piratininga, que fica nos municípios de São Miguel do Araguaia (GO), e Araguaçu (TO), do empresário Wagner Canhedo.

Segundo relatório da vistoria dos bens penhorados na fazenda, o estado de conservação das máquinas e equipamentos é preocupante.

Divino Caetano explicou que o risco da falta de água e de pasto deve-se ao baixo nível do Rio Araguaia que nesta época do ano, pela falta de chuvas, o que impede o escoamento para as vazantes.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink