Volatilidade de preços leva o campo a buscar proteção

Agronegócio

Volatilidade de preços leva o campo a buscar proteção

Conforme fonte de uma grande trading internacional com forte atuação no Brasil, é praticamente impossível não fazer hedging
Por:
1 acessos
Instigados pelo cenário menos favorável que se abriu para a produção e para os preços dos grãos nesta safra 2004/05, em grande parte por conta da prolongada estiagem na região Sul, agroindústrias e produtores rurais do país estão buscando instrumentos de proteção para evitar os riscos inerentes à volatilidade das cotações de commodities como a soja no mercado internacional. Na prática, empresas e agricultores procuram garantir, com tais instrumentos, valores mínimos de remuneração.


"Com esse tipo de proteção, agroindústrias e produtores se sentem mais confortáveis em investir sabendo o retorno mínimo para tocar seus projetos", afirma Arnaldo Corrêa, presidente da consultoria Archer Consulting. Segundo ele, a gestão de risco é peça tão importante para as empresas de commodities agrícolas com preços referenciados em bolsa quanto a gestão financeira, ou mesmo o rendimento agrícola e industrial. Não há estatísticas sobre o número de agricultores e agroindústrias que fazem proteção no Brasil. Mas, de acordo com Corrêa, trata-se de uma cultura mais arraigada em grandes multinacionais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink