Agronegócio

Volume de chuvas acelera germinação da soja em Mato Grosso do Sul

Por:
2089 acessos
O plantio da soja em Mato Grosso do Sul atingiu 600 mil hectares, o que corresponde 29,2% dos 2,1 milhões estimados para a safra 2013/14. O ritmo acelerado do plantio, segundo a Associação dos Produtores de Soja do Estado (Aprosoja/MS), tem colaboração do volume de chuvas intercalado com períodos ensolarados. Neste mês de outubro os níveis pluviométricos no Estado variam de 1 a 75 milímetros, dependendo da região, situação que favorece a germinação das sementes.


O analista de grãos da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Leonardo Carlotto, afirma que o revezamento de sol e chuva, nos níveis que ocorrem no Estado, têm sido propícios para o sucesso do plantio. “Nas regiões produtoras as chuvas têm umedecido o solo e o deixado apto para a germinação. Enquanto que os períodos ensolarados possibilitam com que o produtor entre em campo com as máquinas e realize o plantio com eficácia”, assegura Carlotto.


Além de ser o maior produtor de grãos do Estado, o município de Maracaju se destaca pela velocidade do plantio e já apresenta 50% de sua área plantada, são 250 mil hectares de plantio finalizado. Na região norte, o município de Sonora se destaca, com 30% de sua área destinada a oleaginosa já cultivada.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink