ZARC proporcionou economia de R$ 8,7 bilhões em 2021
CI
Imagem: Pixabay
RISCO CLIMÁTICO

ZARC proporcionou economia de R$ 8,7 bilhões em 2021

Vvalor equivale principalmente a prejuízos que o país deixou de sofrer com perdas de safras e às consequentes indenizações securitárias que elas provocariam
Por: -Aline Merladete

Saber qual é a melhor data de plantio, de acordo com as condições climáticas de cada região, é fundamental para evitar perdas de safra provocadas por eventos meteorológicos adversos, como seca, geada ou excesso de chuvas. Para ajudar o produtor rural nessa programação, o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) faz um mapeamento das áreas produtivas de dezenas de culturas para cada município do país. Em 2021, a adoção do Zarc proporcionou uma economia superior a R$ 8,7 bilhões à produção agrícola brasileira, de acordo com o Balanço Social da Embrapa. O valor equivale principalmente a prejuízos que o país deixou de sofrer com perdas de safras e às consequentes indenizações securitárias que elas provocariam.

De acordo com os dados divulgados pelo Mapa, s estudos do Zarc envolvem clima, solo e grupos de cultivares, a partir de metodologias técnico-científicas desenvolvidas pela Embrapa e adotadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) como instrumento de política agrícola.  No Brasil, os principais riscos climáticos que limitam a produtividade das culturas agrícolas e causam perdas são, principalmente, o déficit hídrico quando ocorre nas fases mais críticas da cultura, o excesso de chuvas, temperaturas elevadas, a geada e a chuva na época da colheita.

O seguro rural é essencial para mitigar os efeitos do clima durante a safra. Em 2021, o total pago em indenizações pelas seguradoras aos produtores foi de R$ 5,4 bilhões. Seguir as datas de plantio do Zarc é uma obrigação dos produtores que contrataram apólices de seguro rural. O zoneamento é utilizado para enquadramento dos produtores rurais no Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e para o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). Além disso, alguns agentes financeiros privados condicionam a concessão do crédito rural ao uso do zoneamento agrícola de risco climático, justamente para reduzir os riscos da operação. 

Ao ser adotado pelo Proagro a partir de 1996, as áreas com Zarc apresentaram índices de perda quatro vezes menor que as que não seguiam as indicações do Zarc, de acordo com o Relatório Circunstanciado do Proagro 1991 a 1998, publicado pelo Banco Central. Nos últimos três anos, o Zarc foi aprimorado com novos estudos, novas metodologias e reuniões de validação com o setor produtivo para melhorar a transparência da metodologia das pesquisas.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.