Zoneamento no Rio Grande do Sul provoca polêmica

Agronegócio

Zoneamento no Rio Grande do Sul provoca polêmica

O município de Alegrete teme ficar de fora dos investimentos que chegam ao Estado
Por:
1 acessos

A classificação das áreas para o plantio de florestas no Rio Grande do Sul (baixa, média e alta restrição) gerou polêmica, nessa quarta-feira (13-06), durante a segunda audiência pública sobre zoneamento ambiental promovida pela Fepam, no Clube Caixeiral, em Alegrete (RS). Classificado como de média restrição, o município teme ficar de fora dos investimentos que chegam ao Estado. Para o engenheiro florestal Luiz Ernesto Elesbão, o fato inviabiliza projetos. Para ele, a proposta da Fepam não leva em consideração o social.

O ato reuniu mais de 600 pessoas. "O Estado ficará relegado à miséria, porque não houve inclusão social", apontou o deputado Nelson Hartz. O deputado Ronaldo Zülke disse que o RS precisa ter regras claras para que a silvicultura possa se desenvolver.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink