Mel de abelha no RS é incluído na relação de produtos com bônus do PGPAF


Mel

Mel de abelha no RS é incluído na relação de produtos com bônus do PGPAF

Mel de abelha produzido no RS passa a receber o bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar neste mês de março
Imagem créditos: Marcel Oliveira
Por:
781 acessos

 O mel de abelha produzido no Rio Grande do Sul passa a receber o bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) neste mês de março. A lista de produtos com direito ao benefício foi publicada no Diário Oficial nesta semana, com os percentuais de descontos calculados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e serão válidos até o dia 9 de abril.

O bônus é usado como desconto nos pagamentos ou na amortização das parcelas do financiamento no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Sempre que o valor de mercado de algum produto que faz parte do PGPAF fica abaixo do preço de referência, passa a ter direito ao benefício.

Nesta edição, os maiores descontos foram concedidos para o feijão caupi no Tocantins (69,59%) e no Piauí (52,69%) e para o babaçu (amêndoa), também no Tocantins (50,66%). Ao todo foram 14 produtos contemplados com os bônus para o mês de março, em diferentes estados.

Por outro lado, quando os itens previstos no programa alcançam maior valor de mercado e uma melhor comercialização, deixam de necessitar da ajuda de custo. Foi o caso da banana (PE e CE), cebola (SC), feijão caupi (PB), juta/malva (AM), laranja (BA), mamona (CE), maracujá (MS) e o mel de abelha (AL), que deixaram de receber o bônus neste mês.

Para saber detalhes completos da lista, clique aqui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink