CI

Como se movimenta o mercado da soja?

Mercado lento no Paraná, com poucos movimentos de preços


Preços voltam a cair sem negócios sendo efetuados no Mato Grosso do Sul Preços voltam a cair sem negócios sendo efetuados no Mato Grosso do Sul - Foto: United Soybean Board

No mercado da soja do estado do Rio Grande do Sul os preços seguem se valorizando, segundo informações da TF Agroeconômica. “No estado, as indicações de preços para a soja no porto apontam para R$ 139,50 por saca para entrega em junho, com pagamento em 10 de julho, e R$ 141,50 por saca para entrega em julho, com pagamento no final desse mês. No interior, os preços seguiram as referências de cada praça, com R$ 133,00 em Cruz Alta e Passo Fundo, R$ 132,50 em Ijuí, e R$ 132,00 em Santa Rosa/São Luiz, todos com pagamento no início de julho. Já os preços de pedra em Panambi caíram para R$ 120,00 a saca, para o produtor”, comenta.

Preços sem movimento e negócios parados em Santa Catarina. “Em Santa Catarina, os preços da soja marcam queda, dessa forma negócios também continuam na mesma. O mercado segue sendo bastante influenciado pelo contexto internacional, mas não marca diferenciação no escoamento. O preço no porto foi de R$ 138,50, Chapecó a R$ 116,00”, completa.

Mercado lento no Paraná, com poucos movimentos de preços. “Em relação à soja da safra 2023/24, a ideia de compra girava em torno de R$ 135,50 por saca CIF Ponta Grossa, com entrega no começo de maio e pagamento no fim de maio. Os preços em Ponta Grossa ficaram em R$ 117,00”, indica.

Preços voltam a cair sem negócios sendo efetuados no Mato Grosso do Sul. “No Mato Grosso do Sul, os preços da soja têm se comportado de maneira divergente, sem uma tendência clara de direção do mercado. Entretanto, o que se observa é que os produtores da região estão em uma situação financeira confortável, o que lhes confere maior tranquilidade na comercialização de suas safras”, informa.

Os negócios seguem devagar e os preços voltam a subir no Mato Grosso. “Dessa forma, vemos algum aumento na demanda, que ainda não se mostra pesada o suficiente para elevar os preços aos pontos que o produtor gostaria de ver. Campo Verde: R$ 125,00 (+3,00). Lucas do Rio Verde: R$ 117,10 (-2,40)”, conclui.
 

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.