Nova fronteira agrícola será tema de congresso em Campo Grande (MS)

Agricultura

Nova fronteira agrícola será tema de congresso em Campo Grande (MS)

III Simpósio Brasileiro de Solos Arenosos, que espera receber por volta de 700 congressistas
Por:
119 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Os solos arenosos serão o centro do debate entre os dias 07 e 10 de maio, quando Campo Grande (MS) receberá o III Simpósio Brasileiro de Solos Arenosos, que espera receber por volta de 700 congressistas. Estas áreas eram consideradas marginais às atividades agrícolas. Graças ao uso de novas tecnologias, o cenário está mudando, e regiões com solos arenosos estão sendo incorporadas aos sistemas produtivos com sucesso.

“Entre as técnicas utilizadas que permitem o uso desse tipo de solo na agricultura estão o Sistema Plantio Direto (SPD), e os sistemas integrados de produção, como o de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) e o de Lavoura-Pecuária Floresta (ILPF), que propiciam maior produção de matéria orgânica na terra, gerando maior disponibilidade de nutrientes e de água. Algumas regiões também possuem grande potencial para uso da agricultura irrigada”, esclarece o presidente do Congresso Guilherme Donagemma, pesquisador da Embrapa Solos (Rio de Janeiro, RJ). Vale lembrar que em muitos casos solos arenosos estão em regiões estratégicas, com relativa disponibilidade de logística, infraestrutura de transporte e de comercialização, além da proximidade a centros consumidores.

No Mato Grosso do Sul, por exemplo, estado que vai receber o Congresso, estima-se em mais de 8 milhões de hectares de solos com textura arenosa, constituindo, assim, uma nova fronteira agrícola para toda região Centro-Oeste.   

Os solos arenosos são profundos, bem drenados, apresentam relevo plano a suave ondulado, baixas retenção de umidade e fertilidade natural, elevado teor de alumínio, baixíssimo teor de matéria orgânica. São muito suscetíveis à erosão hídrica e aos processos de degradação. As principais classes de solos representantes dessas áreas são os Latossolos e os Neossolos Quartzarênicos.

O III Simpósio Brasileiro de Solos Arenosos, que espera a inscrição de aproximadamente 200 trabalhos científicos, será realizado pela Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS) e Embrapa, com o tema "Intensificação agropecuária sustentável em solos arenosos", no auditório do Campus da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS). As inscrições estarão abertas a partir de 28 de fevereiro.

O evento proporcionará aos profissionais de instituições públicas e privadas de ensino, pesquisa ou extensão, de cooperativas, produtores e estudantes, a possibilidade de discussão de problemas, de resultados recentes de pesquisa e de novas tecnologias relacionadas ao uso, manejo e conservação dos solos. Além disso, o Simpósio terá uma programação científica composta por palestras, mesas-redondas e apresentações de trabalhos.  

O site do III Simpósio Brasileiro de Solos estará disponível em breve, assim como as instruções para inscrições e o anúncio do roteiro das excursões técnicas.  

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink