Com R$ 61,9 bilhões, Goiás registra maior VBP da agropecuária dos últimos anos
CI
Imagem: Divulgação
VBP

Com R$ 61,9 bilhões, Goiás registra maior VBP da agropecuária dos últimos anos

Crescimento é de 10,4% em relação a 2019, segundo dados apurados pela Secretaria de Agricultura

O Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária, em Goiás, deve chegar a R$ 61,9 bilhões neste ano, crescimento de 10,4% em relação a 2019, de acordo com dados atualizados no mês de agosto. É o maior valor registrado nos últimos anos pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), responsável pelo estudo. Também é recorde o VBP no País, que deve alcançar, em 2020, mais de R$ 771,3 bilhões - alta de 10,1% em relação a 2019.

Em Goiás, o VBP Agricultura deve chegar a R$ 41,5 bilhões, aumento de 13,9% em relação ao ano passado e representando 8,0% do VBP nacional da agricultura. A soja é o maior destaque com VBP estimado em mais de R$ 19,3 bilhões, o que representa crescimento de 35,0% em relação ao ano anterior. O VBP da soja, em Goiás, representa 10% do VBP nacional da soja, 46,6% do VBP da agricultura goiana e 31,3% do VBP total do Estado. 

Também é destaque o VBP do milho, que deve ser de mais de R$ 8,5 bilhões (crescimento de 26,2% em relação ao ano anterior), que representa 10,4% do VBP nacional do milho e 13,7% do VBP de Goiás. O levantamento também aponta boa participação do Estado no VBP do feijão (mais de R$ 1,4 bilhão, crescimento de 7,5% em relação ao ano passado e 11,5% do VBP nacional do feijão); e do trigo (R$ 103,5 milhões, aumento de 37,1% em relação a 2019 e 1,2% do VBP nacional do trigo).

Em relação à Pecuária, em Goiás, o VBP está estimado em R$ 20,4 bilhões (crescimento de 4,0% em relação a 2019 e 8,1% do VBP nacional da pecuária). O destaque fica por conta do VBP bovino, com R$ 10,3 bilhões, resultado do aumento de 13,7% em relação ao ano anterior, e que representa 9,2% do VBP nacional bovino e 16,6% do VBP goiano. Os suínos têm VBP estimado em mais de R$ 915,2 milhões, representando 4,2% do VBP nacional do suíno e 4,5% do VBP da pecuária goiana.

Segundo o titular da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, a taxa de crescimento do VBP da agropecuária, em Goiás, tem se mantido acima da média brasileira, reforçando a força do segmento para a economia goiana. “Esses números positivos são mais que estatísticas, representam o trabalho que é desenvolvido no campo para garantir a produção de alimentos. Apesar de vários fatores terem impactado diferentes setores no mundo e no Brasil, o agro continuou suas atividades e busca contribuir para a retomada econômica no pós-pandemia”, destaca. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink