Reposição: melhora na relação de troca em Goiás

BOI GORDO

Reposição: melhora na relação de troca em Goiás

As negociações aumentaram para todas as categorias
Por:
706 acessos

A melhora da oferta de animais de reposição trouxe mais liquidez para este mercado em Goiás.

Nas últimas semanas os preços têm recuado e os recriadores e invernistas ficaram mais dispostos a repor o plantel da fazenda. 

Em geral, as negociações aumentaram para todas as categorias, entretanto, a mais demandada é o garrote para ser terminado em sistemas intensivos de engorda. 

Como na comparação mensal o preço do boi gordo subiu 2,2%, mais do que as cotações de todas as outras categorias de reposição, o poder de compra do pecuarista aumentou.

A melhor relação de troca é com o bezerro de desmama (6@), pois o preço desta categoria recuou 1,3% neste mesmo intervalo.

No mês passado (junho), com a venda de um boi gordo de 18@ comprava-se 1,88 bezerro desmamado, atualmente compra-se 1,94. Melhora de 3,5% no poder de compra.

Para o garrote a melhora foi menor (1,7%), com a troca saindo de 1,48 para 1,50, nas mesmas condições.

Entretanto, vale destacar que, apesar da melhoria, a troca com todas as categorias ainda está abaixo da média dos últimos doze meses. Cenário que reforça a necessidade de eficiência na produção dentro da porteira.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink