Webinar discute análise geoespacial da dinâmica agrícola do Cerrado
CI
Imagem: Pixabay
EVENTO

Webinar discute análise geoespacial da dinâmica agrícola do Cerrado

Integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) no Cerrado
Por:

Os principais resultados obtidos pelas análises geoespaciais da dinâmica agrícola do Cerrado serão apresentados durante um webinar que ocorre nesta quarta-feira (7), às 9 horas, durante o Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR Interim 2021). O simpósio, composto por cinco webinars e cinco minicursos na área de sensoriamento remoto e geoinformática, é realizado de 5 a 16 de abril, em formato on-line. A programação completa e as inscrições estão disponíveis no site do SBSR.

O aumento da demanda nacional e internacional por alimentos tem impulsionado a agricultura brasileira, especialmente no Cerrado. Esse bioma abrange cerca de 24% do território nacional e possui importância estratégica para a segurança alimentar e manutenção da biodiversidade. No webinar Análises Geoespaciais da Dinâmica Agrícola no Cerrado, coordenado pelos pesquisadores Édson Bolfe, da Embrapa Informática Agropecuária, e Edson Sano, da Embrapa Cerrados, serão mostrados alguns dos principais resultados do livro Dinâmica Agrícola no Cerrado, produzido pela Embrapa em colaboração com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Para discutir a contribuição das análises geoespaciais no Cerrado, haverá palestra do pesquisador Douglas C. Morton, chefe do Laboratório de Ciências Biosféricas, da Nasa (National Aeronautics and Space Administration), que atua em pesquisas sobre dinâmica agrícola e florestal no Brasil. Também será palestrante o professor Laerte Guimarães Ferreira, pró-reitor de Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG), que desenvolve pesquisas em mapeamentos de uso e cobertura da terra no Cerrado.

Embora os métodos de análise e modelagem tenham evoluído nos últimos anos, ainda existem importantes desafios na integração de dados multisensores, multifontes e multiescalares para melhorar a compreensão dos processos de conversão, expansão e retração, diversificação e intensificação agrícola, segundo os coordenadores do webinar. Novos métodos analíticos vêm surgindo rapidamente devido ao grande volume de dados de sensoriamento remoto gerado em diferentes resoluções espaciais, espectrais e temporais e às plataformas de processamento desses dados nas nuvens.

Além disso, a melhoria na capacidade de integrar dados socioeconômicos, ambientais e biofísicos em plataformas baseadas em sistemas de informação geográfica (SIG) propicia o aperfeiçoamento das análises geoespaciais. Com isso, essas análises têm sido relevantes para apoiar os tomadores de decisão dos setores público e privado na implementação de programas de desenvolvimento rural sustentável.

De acordo com a comissão organizadora, o SBSR Interim 2021 tem como objetivo oferecer um conteúdo técnico-científico de alto nível, usando uma interface on-line rápida e efetiva. É voltado a pesquisadores, professores, profissionais do setor público e privado, estudantes do Brasil e de outros países, empresas do setor de aplicações e desenvolvimento tecnológico das diversas áreas, incluindo recursos minerais, agronegócio, meio ambiente e recursos hídricos, além de autoridades governamentais e tomadores de decisão dos setores envolvidos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink