Clima

Previsão do tempo: excesso de umidade no solo atrasa o plantio do algodão

As chuvas só começam a dar trégua sobre a região Central do Brasil no começo da semana que vem
Por:
146 acessos

A previsão do tempo indica que as áreas de instabilidade predominam sobre a região central do Brasil nesta sexta-feira (12/01). Com isso, todo o fim de semana será, mais uma vez, marcado por chuvas intermitentes sobre quase todas as regiões produtoras de Rondônia, Mato Grosso, Goiás, São Paulo e metade sul de Minas ferais, Paraná, Santa Catarina, Pará. Pancadas de chuva também devem ser observadas sobre as áreas produtoras do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia.

Chuva nas regiões produtoras

Segundo as informações divulgadas pela Climatempo, essas chuvas que vem ocorrendo, principalmente no Mato Grosso já começam a causar estragos e prejuízos aos produtores de soja, pois não possibilitam a realização da colheita, onde muitas lavouras já estão dessecadas e aptas a serem colhidas. Já existem relatos de soja ardendo e apodrecendo.

Do mesmo jeito que ocorreu no ano passado, quando houve uma invernada entre o final de janeiro e fevereiro, esse ano o mesmo deve ocorrer entre o final de dezembro e começo de janeiro. Isso deve atingir primeiras áreas semeadas e, sobretudo, as áreas de soja que estarão sendo colhidas para o posterior plantio do algodão. Segundo a Climatempo, esse também está sendo um grande problema, pois o plantio do algodão segunda safra está atrasado, quando comparado ao mesmo período do ano passado e também a média dos últimos cinco anos.

A previsão do tempo é de que as chuvas só comecem a dar trégua sobre a região Central do Brasil, em especial do Mato Grosso e em Goiás, no começo da semana que vem. A previsão permanece de chuva generalizada ao longo de todo esse final de semana e em algumas localidades e os volumes poderão ultrapassar os 100 milímetros durante os próximos três dias, como ocorrerá na região leste do Mato Grosso.

No Maranhão, Tocantins Piauí e Bahia, a previsão do tempo indica que não só para essa sexta-feira, mas para todo o final de semana é de pancadas de chuva ao longo de todo o período. Porém, já a partir desse começo de semana, a previsão é de tempo aberto e sem chuva, e deve ocorrer o histórico veranico de 10 a 20 dias na região. Entretanto, não há indicativos de que isso possa trazer qualquer tipo de impacto tanto ao desenvolvimento das lavouras, principalmente ao potencial produtivo das plantas.

Previsão do tempo para os próximos dias

No Sul, em especial no Rio Grande do Sul, a sexta-feira deverá ser marcada pelo tempo firme e sem previsão de chuva em grande parte do estado gaúcho, com exceção apenas para a região da fronteira oeste, que deverá receber algumas pancadas de chuva mais para o final do dia. Isso porque, de acordo com a Climatempo, áreas de instabilidade permanecem sobre o estado e, com isso, entre o sábado e o domingo há previsão de chuva generalizada sobre todas as regiões produtoras.

E essas chuvas também deverão ocorrer em Santa Catarina, Paraná e sobre a região sul do Mato Grosso do Sul. Com exceção do Rio Grande do Sul, onde as chuvas muito irregulares e até mesmo a ausência delas estão trazendo muita apreensão aos produtores, as demais regiões não apresentam nenhum problema em relação ao desenvolvimento de suas lavouras. E com a previsão do tempo para o retorno das chuvas generalizadas, a tendência é de que as condições se mantenham favoráveis ao longo desses próximos 10 dias.

 

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink