Produção de leite e nutrição animal são temas do Circuito Agropecuário

Imagem: Marcel Oliveira

MINAS GERAIS

Produção de leite e nutrição animal são temas do Circuito Agropecuário

A ação, promovida pela Emater-MG e Epamig, abrange 14 municípios do Triângulo Mineiro
Por:
400 acessos

Nesta terça-feira (18/2), o município de Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, recebe mais uma etapa do 2º Circuito Agropecuário da Emater-MG. A ideia é levar aos produtores rurais informações que ajudem no desenvolvimento de suas atividades, visando a qualidade de vida e geração de renda.

Em Ituiutaba, o evento acontece a partir das 13h, na Fazenda Rancharia, no Córrego do Açude. Serão abordados temas como produção de leite de qualidade, pastagem e nutrição animal. As palestras serão abordadas por técnicos da Empresa de Assistência Técnica de Minas Gerais (Emater-MG), e pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig). As duas instituições são vinculadas à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Uma das palestras será sobre Ensilagem de Capim Elefante (BRS Capiaçu). Serão destacadas ações como implantação, manejo, corte e fornecimento para os animais. “O valor nutritivo e a produtividade deste capim são fatores de grande vantagem, podendo gerar impacto na redução dos gastos com a alimentação de vacas de leite, o que é importante para o produtor em cenários de custos altos. Outras questões relacionadas ao tema também serão acrescentadas”, diz o pesquisador da Epamig, Leonardo Oliveira.

A participação no circuito é gratuita. Para mais informações sobre a etapa de Ituiutaba, os interessados devem entrar em conato com o escritório da Emater-MG no município pelo telefone: (34)3268-1233. 

Para esta semana estão previstas mais duas etapas nos municípios de Capinópolis (20/2) e Pedrinópolis (21/2). Os interessados podem obter informações nos escritórios da Emater-MG.

Circuito Agropecuário

Desde janeiro de 2019, foram realizados cinco eventos, nos municípios de Canápolis, Iraí de Minas, Prata, Santa Vitória e Gurinhatã, com a participação de 420 pessoas. No total, Circuito Agropecuário terá 14 etapas, cada uma em um município. A expectativa é que o público final seja de 1,2 mil participantes. Os temas são selecionados de acordo com as características de cada município. No geral, são abordados assuntos como bovinocultura, cafeicultura, fruticultura e, olericultura.

“ Nós queremos levar conhecimentos técnicos e oportunidades às famílias de produtores rurais, visando a melhoria da qualidade de vida e mais renda. O circuito tem possibilitado a troca de experiências e a difusão de novas tecnologias”, diz o gerente regional da Emater-MG em Uberlândia, Gilberto de Freitas.

O circuito tem como parceiros o Sindicato Rural de Uberlândia, prefeituras e câmaras municipais, sindicatos e as empresas Matsuda, Polengui e Maqnelson, dentro outros.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink