Inicia o vazio sanitário do algodão e feijão em MG
CI
Imagem: Pixabay
OCORRÊNCIA DE PRAGAS

Inicia o vazio sanitário do algodão e feijão em MG

Cumprimento dos vazios sanitários do feijão e do algodão tem contribuído para reduzir o número de ocorrências das pragas
Por: -Aline Merladete

Iniciou neste domingo (20/9) o vazio sanitário do feijão e do algodão nas lavouras mineiras, com o objetivo é prevenir a ocorrência das pragas do Bicudo do algodoeiro, no caso do algodão, e do Mosaico dourado e da Mosca branca, no caso do feijão. Durante o período do manejo, os produtores não podem cultivar ou manter plantas vivas e remanescentes de safras anteriores.

O manejo do feijão acontece até 20/10. Já o do algodão ocorre no período de 60 dias, encerrando-se em 20/11. Em razão da pandemia, não será possível que o IMA realize fiscalizações rotineiras do vazio sanitário. Para suprir essa lacuna, a autarquia convoca a participação dos produtores para o controle dessas pragas mediante comunicado da situação sanitária de sua propriedade, enviando a declaração de conformidade que ficará disponível entre 25 de setembro e 25 de outubro no site do IMA.

Neste ano, nicialmente, será realizado um chamamento aos produtores para que eles providenciem o envio da declaração de conformidade contendo todas as informações necessárias para a realização do monitoramento do vazio sanitário na modalidade remota, semelhante à bem-sucedida campanha do manejo da soja, ocorrida entre julho e setembro deste ano.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink