Soja Plus 2018: Programa completa ciclo em MT, MS, BA, MG e GO, mira mais dois estados em 2019

Soja Plus 2018

Soja Plus 2018: Programa completa ciclo em MT, MS, BA, MG e GO, mira mais dois estados em 2019

Seminário Soja Plus 2018 trouxe resultados do programa desenvolvido em cinco estados
Por:
383 acessos

O Seminário Soja Plus 2018, realizado nesta quarta (21) em Campo Grande (MS) por entidades do agronegócio, trouxe resultados do programa desenvolvido em cinco estados. Em 2017, o projeto contava com a participação de produtores rurais de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia e Minas Gerais, com atendimento a 320 fazendas. Neste ano, o programa foi ampliado para Goiás, teve o lançamento da Cartilha de Regularização Ambiental e passou a contar com 80 propriedades rurais a mais. Para 2019, as entidades parceiras pretendem estender a distribuição de publicações sobre gestão e a atividade de assistência técnica para produtores rurais de Tocantins e Maranhão.

No Seminário promovido na sede da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul), também ocorreu premiação para os produtores que se destacaram em práticas sociais, econômicas e ambientais.

Segundo o coordenador do Soja Plus, Bernardo Pires, gerente de sustentabilidade da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE), responsável por palestra durante o Seminário, o programa mostra como é possível produzir conservando os recursos naturais, cuidando da saúde dos colaboradores e com total segurança nas atividades. “Os proprietários rurais se beneficiam com orientações importantes para a gestão nas fazendas”, explica.

Os resultados

Em Mato Grosso, estado que lidera a produção de soja no país e onde o Soja Plus começou, em 2011, foram visitadas 1.300 fazendas em 16 municípios desde o início do programa.

As propriedades totalizam 1,7 milhão de hectares de soja. Em sete anos os produtores participaram de 29 oficinas, sendo 10 em parceria com a TNC (The Nature Conservancy). Houve também três dias de campo, com público total de mais de 5.000 pessoas, sendo distribuídas cartilhas técnicas socioambientais e exibidos vídeos educativos.

Em Goiás, estado estreante no programa Soja Plus em 2018, houve visitas em 32 fazendas e ministrados três cursos sobre saúde e segurança. As atividades se desenvolveram em 18 municípios.

Anfitrião do Seminário de encerramento do ano, o estado de Mato Grosso do Sul, que participa do Soja Plus desde 2013, contou com a participação de 42 municípios. Nesses cinco anos, 542 propriedades com área equivalente a 580 mil hectares de soja receberam visitas técnicas. Foram realizados 25 cursos sobre legislação ambiental.

Na Bahia, as atividades do projeto iniciaram-se em 2014 e envolveram 620 produtores rurais, com visitas a 196 fazendas de nove municípios que somam 503 mil hectares. Em quatro anos foram percorridos cerca de 65 mil quilômetros pela equipe, que realizou 44 cursos e 22 dias de campo.  

Em Minas Gerais, o Soja Plus chegou em 2014 e promoveu 11 seminários e workshops, sete dias de campos, seis cursos para universitários e cinco aulas pelo Banco do Brasil sobre linhas de crédito. Já em 2015, com o início da assistência técnica em propriedades rurais no estado, 109 fazendas de 15 municípios foram atendidas pelo programa.

Produtores premiados

O Soja Plus premia todos os anos sojicultores que se destacaram em práticas sustentáveis, econômicas e sociais em suas propriedades. 

Os critérios para a escolha dos vencedores são divididos em dois temas: Legislações Socioambientais e Boas Práticas – como qualidade do ambiente de trabalho, capacitação para aplicação de agrotóxicos e gestão da saúde do funcionário – e Construções Rurais, como alojamento para os colaboradores, área de convivência e depósito de embalagens vazias.

A seguir, os produtores premiados neste ano:

Mato Grosso do Sul

Walter Schlatter, Fazenda Nova França, município de Costa Rica 

Adriano Loeff, Fazenda Santa Therese, de Chapadão do Sul

Walter Duch, Fazenda Estrela, também de Chapadão do Sul 

Bahia
Moisés Schmidt, Fazenda Orquídeas, da cidade de Barreiras

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink