Lavoura do arroz fica mais uma vez comprometida

Previsão do tempo

Lavoura do arroz fica mais uma vez comprometida

Avanço de uma frente fria pela Região Sudeste mantém o tempo instável e com previsão de chuva em várias localidades
Por:
1093 acessos

O avanço de uma frente fria pela Região Sudeste mantém o tempo instável e com previsão de chuva em várias localidades de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Pará e Rondônia. As precipitações irão manter as condições favoráveis ao avanço do plantio da soja. No entanto, ainda serão muito mal distribuídas em Mato Grosso, Goiás e Rondônia, resultando mais de dez dias sem chuva. A situação não é de perda generalizada, mas traz um certo desconforto aos produtores.

Nesta quinta-feira (18), como uma nova frente fria avança pelo Sul, a previsão é de que entre hoje e o domingo (21), todas as regiões produtoras recebam chuva generalizada, desde a centro-norte do país até as regiões do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Este sistema irá ajudar a regularizar o regime de chuva, principalmente no Centro-Oeste e Sudeste, desta maneira será possibilitado que os produtores consigam avançar o plantio da soja e do milho, já as lavouras de café, laranja e cana-de-açúcar encontram excelentes condições ao seu desenvolvimento.  

Tendência para os próximos dias nas lavouras

Ao longo da 2ª quinzena de outubro, teremos chuva mais distribuídas pelo país. Apenas a região do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, devem continuar com chuva irregular e alguns pequenos períodos de estiagem. Para a cana-de-açúcar, em particular, a instabilidade continuará trazendo transtornos a realização da colheita, já que há previsão de chuva quase que diária sobre as áreas produtoras. Como ainda irão ocorrer na forma de pancadas rápidas, a tendência é que essa atividade seja pouco impactada.

Para o arroz, a tendência é que o clima ainda continue atrapalhando o pleno andamento do plantio, que já está bem atrasado. Ao longo das próximas semanas as condições tendem a melhorar muito ao plantio e assim, os produtores irão conseguir voltar a atividade e tentar finalizar o plantio. Porém, devido ao forte atraso, a produção de arroz no Brasil estará, novamente, comprometida.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink