Arroz

Estudo revela quantidade de arroz estocada em armazéns privados

Conab realizou, no período de fevereiro a maio de 2018, o levantamento dos estoques privados de arroz em casca e de arroz beneficiado
Por:
213 acessos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou, no período de fevereiro a maio de 2018, o levantamento dos estoques privados de arroz em casca e de arroz beneficiado. O resultado mostrou um volume total declarado de 689,3 mil toneladas de arroz, ou seja, 69% a mais do que a quantidade informada em 2017, que foi de 408 mil t.

O objetivo do estudo é saber a quantidade do produto que está armazenada em unidades particulares e também qual é o estoque de passagem até o dia 29 de fevereiro deste ano, data em que finaliza a safra 2016/2017. Na pesquisa desse ano, verificou-se que 578 mil t são de arroz em casca e 72 mil t são de arroz beneficiado. Já a posição do estoque público total, na data de referência, era de 25 mil t.

As informações consolidadas permitirão ao governo conhecer o balanço da oferta e demanda e darão subsídios para a elaboração das políticas agrícolas e de abastecimento relativos à cultura. Entre as informações coletadas estão volume, tipo, distribuição espacial e por segmento de armazenadores do arroz em casca e beneficiado.

O estudo levou em conta as unidades armazenadoras e indústrias de beneficiamento localizadas nos maiores estados produtores do Brasil: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso, que juntos concentram 85% da produção nacional. As informações foram coletadas por meio do Sistema de Pesquisa de Estoques Privados (Sipesp).

Clique aqui para acessar o estudo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink