Cultivar de feijão preto será lançada na 5ª edição da ExpoTec

Evento

Cultivar de feijão preto será lançada na 5ª edição da ExpoTec

Cultivar BRS FP403 que será apresentada tem grãos da classe comercial preto, alto rendimento, ciclo normal e seu cultivo é recomendado
Por:
260 acessos

A cultivar BRS FP403 que será apresentada na Exposição tem grãos da classe comercial preto, alto rendimento, ciclo normal e seu cultivo é recomendado em 19 estados brasileiros

No primeiro dia de programação da Exposição de Tecnologias para a Agricultura e a Pecuária de Goiás - ExpoTec será apresentada uma nova cultivar de feijão, considerado um dos queridinhos dos brasileiros, que faz companhia na mesa com o arroz. O desenvolvimento da cultivar BRS FP403 tem em seu escopo a participação de 26 pesquisadores que estudaram um dos principais alimentos que possui fonte de proteína vegetal para o consumo humano direto. O Brasil lidera a produção e o consumo mundial desse grão, que é cultivado por pequenos agricultores e empresários rurais. 

Os diferenciais da BRS FP403, cultivar de feijão-comum da classe comercial preto são alta produtividade, qualidade comercial e culinária de grãos, além da moderada resistência à murcha de fusário e podridões radiculares. Seu cultivo é recomendado em 19 estados brasileiros como Goiás, Distrito Federal, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Maranhão, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Piauí, Ceará e Paraíba, seguindo determinadas épocas de cultivo das águas, seca e inverno.

O engenheiro agrônomo, doutor em Genética e Melhoramento de Plantas, pesquisador da Embrapa Arroz e Feijão, Thiago Lívio Pessoa Oliveira de Souza revelou que, historicamente, as tecnologias para agricultura são apresentadas no primeiro dia de evento, com visitas às estações, e que a cultivar foi lançada inicialmente na 31ª Edição do Show Rural Coopavel, em Cascavel, no Paraná, que aconteceu em fevereiro deste ano. Para o desenvolvimento de novas cultivares de feijão-comum, a estratégia utilizada pelos pesquisadores foi adotar a seleção de genótipos que possuem ampla adaptação, que possibilitam sua competitividade nas mais diferentes condições de cultivo e sistemas de produção do país.

O ganho genético do programa de melhoramento de feijão preto conduzido pela Embrapa e seus parceiros foi estimado em 1,1% ao ano. O Brasil consome aproximadamente 20% dos grãos de feijão da classe comercial preto, com maior demanda em alguns estados, e geralmente a produção não consegue atender o mercado interno. Por isso, é comum importar feijão preto da Argentina ou China. A produção de sementes básicas será de responsabilidade da Embrapa e seus parceiros. O objetivo da ExpoTec é a divulgação de tecnologias e promoção do diálogo entre o setor produtivo, técnicos, professores, estudantes e pesquisadores nestes dois dias de evento. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo link: https://ev.congressy.com/expotec-2019-1/. Confira a programação abaixo:

25 de abril - Quinta-feira

08h15: Inscrição e Recepção

08h45: Abertura Oficial

09h30: Visita às estações

Apresentação de cultivares: arroz de terras altas, amendoim, milho, sorgo granífero, soja e feijão.

Demonstrações: uso de drones, aplicativos, softwares e outras tecnologias para o agronegócio

12h: Encerramento

26 de abril - Sexta-feira

08h15: Inscrição e Recepção

08h45: Abertura Oficial

09h30: Visita às estações

Apresentação de cultivares: Automação e identificação animal na pecuária de corte, estratégias de suplementação animal a pasto; melhoramento genético de rebanhos aliado à eficiência alimentar; manejo da fertilidade e adubação em pastos; ILP na formação de pastagens; Manejo Integrado de Pragas (MIP) em milho; cultivares forrageiras.

12h: Encerramento

Serviço:

Pauta: ExpoTec acontece nos dias 25 e 26 de abril, na sede da Embrapa

Data: 25 e 26 de abril de 2019

Horário: 08h às 12h

Local:  Sede da Embrapa Arroz e Feijão - Km 12 - Zona Rural GO-462, Fazenda Capivara,  em Santo Antônio de Goiás (GO)


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink