Desempenho por UF e regional na exportação de frango

Frango

Desempenho por UF e regional na exportação de frango

Posicionamento das Unidades Federativas brasileiras que exportaram carne de frango nos 11 primeiros meses do corrente exercício não deve sofrer maiores alterações
Por:
79 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Embora ainda falte um mês para o encerramento do ano, o posicionamento das Unidades Federativas brasileiras que exportaram carne de frango nos 11 primeiros meses do corrente exercício não deve sofrer maiores alterações no fechamento de 2018.

Em síntese, apenas quatro UFs devem registrar incremento em relação a 2017: Santa Catarina, Espírito Santo, Paraíba e Roraima. Mas em índices que não influenciam positivamente os resultados das respectivas Regiões, já que as cinco devem fechar o ano com queda não só nos embarques, mas também na receita cambial.

Liderando desde o primeiro momento as exportações brasileiras, a Região Sul aumenta sua participação (+2,36%) no total exportado pelo País. Mas graças ao desempenho de Santa Catarina (aumento de 27% na participação) e Paraná (+1,97%, apesar da redução de 4,5% no volume exportado), pois a participação do Rio Grande do Sul em relação ao volume total recua mais de 29%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink