Impulsionar a produtividade é um dos objetivos do Safratec

Safratec

Impulsionar a produtividade é um dos objetivos do Safratec

Feira vai apresentar tecnologias e soluções para auxiliar os produtores a melhorarem desempenho
Por:
80 acessos

Realizada pela Cocamar, feira vai apresentar tecnologias e soluções para auxiliar os produtores a melhorarem o desempenho de suas lavouras

Para a região noroeste do Paraná, onde historicamente as lavouras de grãos apresentam uma média de produtividade em níveis inferiores a de outras, no estado, a realização do Safratec, evento técnico a ser promovido pela Cocamar Cooperativa Agroindustrial na quarta e quinta-feira da próxima semana (dias 22 e 23/1) em Floresta, região de Maringá, é estratégico. Os produtores que visitarem a feira terão acesso a tecnologias, conhecimentos e práticas para que possam aprimorar o desempenho das lavouras.  

“Oferecemos soluções para que os produtores cooperados ganhem mais dinheiro em suas atividades e se mantenham competitivos de uma forma sustentável”, afirma o vice-presidente de Negócios, José Cícero Aderaldo.  

Considerado a mais importante vitrine do agronegócio regional, sempre com inovações, o Safratec está sendo montado na Unidade de Difusão de Tecnologias (UDT) da cooperativa, uma área de 15 alqueires (36,3 hectares) situada às margens da PR-317, que estará aberta para visitação das 8 às 17h. O acesso é livre e previsão é receber mais de 6 mil produtores, representando dezenas de municípios.

O conteúdo técnico, com demonstração de cultivares de soja e produtos como agroquímicos, sementes, fertilizantes e outros, vai ser apresentado por uma centena de empresas e instituições de pesquisa parceiras, instaladas em estandes, para que os visitantes façam suas avaliações e possam tirar dúvidas com especialistas, durante breves palestras. Maquinários em operação, protocolos diversos e área de negócios, com exposição de utilitários e veículos, também estão entre as atrações.

A Cocamar instituiu há alguns anos o desafio da superprodutividade de soja e sua meta é auxiliar os cooperados a explorar todo o potencial produtivo da lavoura, que pode chegar a 100 sacas por hectare. De acordo com a área técnica da cooperativa, observa-se uma grande dispersão de produtividade: de um lado, há produtores mais tecnificados que alcançam médias próximas àquele objetivo, enquanto, de outro, muitos continuam patinando nos mesmos números de uma década atrás, ao redor de 45 a 50 saca/hectare – que é a média, para se ter ideia, do município de Maringá.

Temas gerais do Safratec:

- Competição de cultivares de soja, distribuídas em dezenas de parcelas;

- Apresentação de tecnologias e práticas por parte de empresas e instituições parceiras, em seus estandes;

- Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), com área demonstrativa;

- Manejo adequado de solo, em trabalho conduzido por especialistas de várias instituições;

- Novidades em maquinários agrícolas John Deere (tratores, colheitadeiras e plantadeiras) e agricultura de precisão;

- Irrigação com pivô central;

- Área de café conduzido com alta tecnologia. A cafeicultura é uma alternativa interessante para a diversificação dos negócios;

- Balcão de negócios, onde produtores poderão fazer a troca de insumos por grãos;

- Espaço de convivência para a troca de informações entre os produtores cooperados;

- Espaço de conteúdo Sicredi, com palestras sobre temas diversos ao longo dos dois dias;

- Exposição comercial, com concessionárias de utilitários e veículos, incluindo testes a campo; e empresas prestadoras de serviços.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink