Frequência de chuva aumenta no Rio Grande do Sul


Chuva

Frequência de chuva aumenta no Rio Grande do Sul

Desenvolvimento de sistemas de baixa pressão causou pancadas de chuva sobre o Rio Grande do Sul
Por:
253 acessos

O desenvolvimento de sistemas de baixa pressão causou pancadas de chuva sobre o Rio Grande do Sul. Os maiores acumulados aconteceram fora das áreas produtoras de arroz e chegaram aos 65 milímetros em Palmeira das Missões e Frederico Westphalen. Na Planície Costeira Externa, choveu pouco mais de 5 mm em Torres, enquanto que na Fronteira Oeste, o acumulado chegou aos 10 mm em Uruguaiana.

Antes desta precipitação, outro episódio de chuva aconteceu entre os dias 15 e 16. Na soma dos dois eventos, o acumulado variou entre 40 mm e 70 mm na Fronteira Oeste e Região Central, passou dos 70 mm na Planície Costeira Externa e oscilou entre 20 mm e 40 mm na Campanha, Zona Sul e Planície Costeira Interna. A umidade do solo está elevada na maior parte do Rio Grande do Sul. A exceção fica por conta da Zona Sul, onde, apesar da chuva, a capacidade está na casa dos 50%.

Nos próximos dias, a chuva torna-se frequente, atingindo boa parte do Estado até a terça-feira da próxima semana (dia 30). Embora, a simulação GFS indique acumulados entre 50 mm e 100 mm na Metade Norte do Rio Grande do Sul, é possível que a precipitação mais intensa aconteça fora das áreas produtoras de arroz, ao longo da divisa com Santa Catarina. A temperatura permanecerá mais baixa, seja pela presença de massas de ar frio ou pela grande quantidade de nuvens. Mas não há previsão de extremos de frio.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink