RS: melhores peças artesanais em lã ovina da Região Metropolitana são escolhidas em Concurso
CI
Imagem: Pixabay
EVENTO

RS: melhores peças artesanais em lã ovina da Região Metropolitana são escolhidas em Concurso

Tecelagem, tricô, crochê, feltragem, acolchoado e outras técnicas foram apresentadas nas peças que concorreram
Por:

Tecelagem, tricô, crochê, feltragem, acolchoado e outras técnicas foram apresentadas em 12 peças que concorreram, na tarde desta quinta-feira (22/07), no Concurso Virtual de Artesanato em Lã Ovina, que é promovido pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). As peças foram demonstradas por nove artesãs dos municípios de Mostardas, Osório e Tapes.

Na abertura do evento virtual, a coordendora estadual do concurso e extensionista da Emater/RS-Ascar, Ivanir Argenta, explicou que o objetivo é estimular a continuidade da produção artesanal, divulgar a confecção de novas peças, bem como reunir e integrar as várias artesãs, mesmo que virtualmente em razão da pandemia. "Este foi o formato para que conseguíssemos dar continuidade ao concurso e o mais importante é mobilizar os artesãos para a participação e divulgarem seu trabalho. Não importa a quantidade de peças, mas a qualidade e o esforço de cada um em participar", destacou.

Já o gerente da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Ademir Santin, ressaltou o trabalho da Instituição em todas as etapas na propriedade para que se tenha a lã ovina para o artesanato e, assim, contribuir para a melhorar a qualidade de vida de todos.

As peças foram apresentadas pelas artesãs por meio de fotos, vídeos e a descrição com detalhes de como foi feita a tecelagem, as cores, tamanho e acabamentos. A apresentação das peças foi feita pela coordenadora da etapa regional do concurso, Magda Viviane dos Santos Pereira.

As artesãs e suas peças artesanais foram muito elogiadas pelas avaliadoras, que nesta edição foram Ivanir Argenta, a artesã e especialista em artesanato de lã ovina, Jurema Barbosa, e a extensionista da Emater/RS-Ascar da Regional Pelotas, Regina Gonçalves Medeiros.

Ao final, as juradas escolheram para a etapa estadual o cobertor manual inscrito na categoria tecelagem totalmente manual, o cobertor feito por Noemi dos Santos Lemos, de Mostardas. A mesma artesã também teve classificada a manta em tricô manual.

Na categoria tricô lã top o eleito é o pelerine amarelo confeccionado por Jandira Moraes da Silva D?Ávila, de Osório. Já na categoria crochê com fiação manual, a artesã Adriana Lopes de Souza Rosa, de Osório, classificou a peça sapatilha adulto. Na categoria feltragem fiação totalmente manual, a bota adulto de Marilei dos Santos Costa, de Osório, foi a eleita. Na modalidade técnica mista, foi escolhido o sapatinho de bebê inscrito por Sirlei Luiza da Silva, de Osório. Como destaque inovação foi escolhida a peça porta celular de Adriana Lopes de Souza Rosa, de Osório.

Para Magda Pereira esta é uma oportunidade de resgate e valorização social e cultural da atividade artesanal com a lã ovina, visto ser a matéria prima tão enraizada na vivência do gaúcho. "Seu uso em peças artesanais reflete a memória e identidade cultural do modo de vida, da lida campeira e rural do Rio Grande do Sul", reflete.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.