SP: agricultura familiar paulista recebe investimento de R$ 3,8 milhões

Agricultura familiar

SP: agricultura familiar paulista recebe investimento de R$ 3,8 milhões

Conab receberão recurso de R$ 3,8 milhões para a execução das propostas, por meio do PAA
Por:
175 acessos

Associações e cooperativas de pequenos produtores de São Paulo com projetos aprovados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) receberão recurso de R$ 3,8 milhões para a execução das propostas, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os 46 contratos foram firmados na modalidade de compra com doação simultânea, que prevê o fornecimento de mais de 1,6 mil toneladas de alimentos, que serão doados a entidades socioassistenciais no estado.

Assinados em dezembro do ano passado, os projetos serão executados ao longo de 2019, garantindo renda a 579 famílias de agricultores localizados nos municípios de Apiaí, Araraquara, Bocaina, Castilho, Descalvado, Gália, Guaratã, Iguape, Itaberá, Lavínia, Mirandópolis, Mirante do Paranapanema, Presidente Bernardes, Promissão, Restinga, Ribeirão Preto, Sandovalina, São Carlos e Teodoro Sampaio. Parte do valor pago, cerca de R$ 308 mil, será direcionado para a produção e entrega de mais de 100 mil kg de produtos orgânicos.

Os alimentos produzidos também beneficiarão diretamente mais de 200 mil pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, uma vez que nessa modalidade do PAA os agricultores agem como fornecedores e devem transportar os itens até as instituições cadastradas. Nessa ação, os produtos deverão ser entregues nos bancos de alimentos dos municípios de Apiaí, Boa Esperança, Brodowski, Castilho, Coroados, Descalvado, Gália, Guaratã, Iguape, Itaberá, Itapeva, Lavínia, Mirandópolis, Mirante do Paranapanema, Nova Independência, Presidente Bernardes, Promissão, Restinga, Ribeirão Preto, Sandovalina, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto e Teodoro Sampaio.

Operacionalizado pela Conab, o Programa tem como objetivo apoiar a comercialização de produtos alimentícios de diversos segmentos da agricultura familiar no Brasil, incluindo povos e comunidades tradicionais, ao mesmo tempo em que destina os alimentos às instituições da rede socioassistencial no próprio estado onde foram produzidos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink