Elanco anuncia a aquisição de divisão da Bayer

NEGOCIAÇÃO

Elanco anuncia a aquisição de divisão da Bayer

Acordo de US$ 7,6 bilhões cria a segunda maior empresa do mundo no setor de saúde animal
Por:
555 acessos

A Elanco Saúde Animal anunciou hoje (20/8) a assinatura de um acordo com a Bayer AG  para a aquisição de seus negócios na área de saúde animal, em uma transação avaliada em US$ 7,6 bilhões. O negócio, que está sujeito à aprovação das autoridades regulatórias e outras condições habituais de fechamento, criará a segunda maior empresa global no segmento de saúde animal e deve acelerar a estratégia de Inovação, Portfólio e Produtividade (IPP) da Elanco.

Com a aquisição, a Elanco deve duplicar a sua divisão de produtos para animais de companhia, promovendo uma transformação no mix de portfólio da empresa, que terá um maior equilíbrio entre os segmentos de animais de companhia e animais de produção. A Elanco espera que a aquisição permita manter o elevado ritmo de crescimento em receita, além de acelerar a conquista de metas de margem bruta ajustada e a entrega de crescimento de margem de EBITDA ajustado de dois dígitos.

"Em nossos primeiros quatro trimestres operando como empresa independente, validamos o significativo potencial de criação de valor de um foco dedicado à saúde animal e uma estratégia direcionada", afirma Jeffrey N. Simmons, presidente e diretor executivo da Elanco. “Unir a Elanco à Bayer fortalece e acelera nossa estratégia IPP, transforma nosso portfólio com o acréscimo de marcas conhecidas, traz uma presença crescente nos principais mercados emergentes, fortalece a inovação e acelera nossa jornada de expansão de margem. A mudança combina nosso foco de longa data com o veterinário, ao mesmo tempo em que atendemos às expectativas de pet care e acesso a produtos por parte de nossos clientes. ”

O diretor executivo da Bayer AG, Werner Baumann, acrescenta: “Nosso negócio de saúde animal está entre os pioneiros deste setor, tendo construído um portfólio atraente e bem estabelecido no mercado. E agora, a combinação com a Elanco dará origem a uma empresa líder no setor de saúde animal, beneficiando clientes, funcionários e acionistas.”

A aquisição da Bayer Animal Health reforça todos os principais impulsionadores da estratégia IPP da Elanco:

-Portfólio: A adição dos negócios de saúde animal da Bayer acelera a transformação do portfólio da Elanco ao elevar a divisão de animais de companhia a quase metade do negócio total da companhia. A combinação cria acesso a novos segmentos do mercado de parasitas, com tratamentos e colares tópicos, e permite à Elanco a expandir sua presença no e-commerce e varejo de produtos para animais de companhia. Isso complementa a forte presença veterinária da Elanco, permitindo que a empresa alcance mais tutores de animais de estimação. No negócio de alimentos para animais, a aquisição adicionará várias marcas importantes no segmento de bovinos, criará um portfólio de bioproteção e expandirá a presença da Elanco na aquicultura. A presença global aprimorada permitirá à Elanco atender melhor os veterinários, agricultores e responsáveis por animais de estimação.

-Inovação: A aquisição da Bayer aumenta o já forte pipeline de P&D da Elanco com oito novos projetos de desenvolvimento significativos e mais de 30 produtos já estabelecidos, fornecendo direitos de acesso ao pipeline de pesquisa CropScience da Bayer e alguns ativos farmacêuticos clínicos. O acordo adiciona mais recursos para plataformas de P&D em áreas-chave, além de plataformas inovadoras de tecnologia de dosagem e entrega. A aquisição também adiciona força e escala adicionais à equipe de P&D global da Elanco.

-Produtividade: A incorporação da Bayer pela Elanco acelera a expansão de margem da Elanco e oferece acréscimo de EPS ajustado no primeiro ano após o fechamento e de até dois dígitos no segundo ano. A aquisição também revela a capacidade da Elanco de atingir 60% de margem bruta ajustada e 31% de margem EBITDA ajustada mais rapidamente do que em uma base stand-alone. Os novos negócios devem aumentar o fluxo de caixa operacional em aproximadamente US$ 1 bilhão anualmente até o terceiro ano após o fechamento, permitindo que a Elanco atinja 3x dívida bruta para o EBITDA ajustado no mesmo período, juntamente com o potencial de US$ 275 milhões a US$ 300 milhões em sinergias. Por fim, a Elanco reunirá duas empresas dedicadas à saúde animal para operar em uma infraestrutura adequada para o futuro.

“Esse negócio unirá duas empresas complementares focadas na saúde animal, anteriormente sob o controle de indústrias farmacêuticas, em uma companhia dedicada à entrega para produtores, veterinários e responsáveis por animais de estimação. Teremos maior velocidade, atenção e investimento para oferecer aos clientes mais acesso e opções em várias faixas de preço para fazer a diferença na vida dos animais”, diz Simmons. “Estamos ansiosos para adicionar a amplitude de conhecimento dos funcionários da Bayer Animal Health. Por fim, acreditamos que essas capacidades e conhecimentos aprimorados nos permitirão apoiar melhor o veterinário, criando uma ponte entre os responsáveis por animais e os veterinários.”

Termos-chave e financiamento

A Elanco financiará a transação tanto em dinheiro quanto em ações. A Bayer AG receberá US$ 5,32 bilhões em dinheiro, sujeito a ajustes de preço de compra habituais, e aproximadamente 68 milhões de ações ordinárias da Elanco Animal Health, avaliadas em US$ 2,28 bilhões - 30% do valor total da operação. As ações recebidas pela Bayer estão sujeitas a um ajuste de 7,5%, centrado no preço médio ponderado por volume da Elanco nos 30 pregões encerrados em 6 de agosto de 2019, de US$ 33,60. A Elanco garantiu um compromisso de ponte para a parte em dinheiro da contrapartida. Pretende financiar a contrapartida em dinheiro através de uma combinação de nova dívida e capital próprio. No fechamento, a Elanco espera que sua dívida bruta sobre o índice de alavancagem do EBITDA ajustado seja de aproximadamente 5x, incluindo o benefício das sinergias de custos esperadas. O forte perfil de geração de fluxo de caixa dos negócios combinados permitirá à Elanco desvalorizar para abaixo de 3x a dívida bruta em relação ao EBITDA ajustado até o final de 2022. A transação deverá ser concluída em meados de 2020, sujeita a aprovações regulatórias e outros condições de fechamento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink