Vida e Ambiente : OMS diz que vacinação de animais é melhor forma de erradicar a raiva
CI
Agronegócio

Vida e Ambiente : OMS diz que vacinação de animais é melhor forma de erradicar a raiva

Vida e Ambiente : OMS diz que vacinação de animais é melhor forma de erradicar a raiva
Por:
A vacinação de animais infectados com raiva é o melhor método para tentar erradicar esta doença, entre outros motivos porque é muito mais barato do que tratar pessoas que foram mordidas por eles.

Esta é uma das principais conclusões da conferência internacional sobre a raiva que terminou hoje em Paris. No evento, lembrou-se que entre 50 mil a 60 mil pessoas, principalmente crianças, morrem todos os anos no mundo em decorrência da doença.

A Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), em cuja sede ocorreu a conferência organizada em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e com a União Européia (UE), destacou em comunicado a importância de combater a infecção em seu estágio animal.

O diretor-geral da OIE, Bernard Vallat, frisou a necessidade de agir para "uma boa gestão dos serviços veterinários, melhor capacidade de diagnóstico dos laboratórios e campanhas de vacinação de animais domésticos e selvagens".

"O custo de um tratamento após uma mordida em humanos é de 20 a 100 vezes maior que a vacinação de um cachorro", disse Vallat. Por isso, é mais eficaz que os ministros da Saúde destinem recursos para que os serviços veterinários possam controlar a raiva nos animais.

François Meslin, da OMS, disse que "os Governos devem considerar o investimento em (controlar) cachorros raivosos a melhor forma de reduzir a escalada de custos da profilaxia após uma exposição. Devem criar mecanismos para uma distribuição justa dos custos e benefícios da eliminação da raiva entre os diferentes setores implicados, em particular a saúde e a agricultura".

No hemisfério norte, o principal problema com a raiva está na fauna selvagem. São raros os casos de cães domésticos infectados na Europa Ocidental.

Nos países do Leste Europeu, o principal vetor de contágio é a raposa vermelha. No entanto, um em cada três casos registrados em 2005 tiveram animais domésticos como foco de contaminação.

Como representante da Comissão Européia, Jean-Pierre Vermeersch afirmou que "a União Européia progrediu de forma significativa na eliminação da raiva na fauna selvagem com o uso da vacinação oral".

"Compartilhamos plenamente a preocupação global sobre a raiva e apoiamos o objetivo de eliminar a doença nos países vizinhos da UE", acrescentou Vermeersch.

Nos países em desenvolvimento, o principal vetor de contágio é o cachorro. O Leste Asiático é a região do mundo mais afetada pela infecção e onde são verificadas as maiores taxas de contágio.
Fonte: EFE

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink