Bula Oppa

acessos
Óleo Mineral
2708005
Petrobrás

Composição

Óleo mineral 840 g/L Hidrocarbonetos alifáticos

Classificação

Fungicida
IV - Pouco tóxico
III - Produto perigoso
Inflamável
Não corrosivo
Óleo para Pulverização (SO)
Contato

Banana Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Mal da sigatoka
(Mycosphaerella musicola)
10 a 12 L p.c./ha 10 a 12 L de calda/ha - Aplicar a cada 2 a 3 semanas. Não apresenta restrições. Como fungicida: aplicar durante a estação quente e chuvosa

Tambor de aço-carbono: 200L.
Caminhão tanque: 1000; 5000; 10000; 15000; 20000; 25000 e 30000L.

Este produto é um FUNGICIDA, do grupo químico hidrocarbonetos alifáticos com modo de ação de contato, e um ADJUVANTE.

INSTRUÇÕES DE USO:

CULTURAS: Como fungicida na cultura da banana para o controle do mal-de-sigatoka. Como adjuvante nas aplicações de acaricida, fungicida, herbicida ou inseticida.

PRAGAS/DOENÇAS/PLANTAS INFESTANTES: Mycosphaerella musicola (Mal-de-sigatoka, Sigatoka-amarela).

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO:Como fungicida, aplicar durante a estação chuvosa, a cada 2-3 semanas. Como adjuvante, seguir as recomendações do fabricante do produto que será adicionado à calda.

MODO DE APLICAÇÃO: Como fungicida, aplicar o produto puro através de atomizador montado sobre o avião, tracionado por trator ou costal motorizado.Como adjuvante acrescentar OPPA à calda de acaricidam fungicida, herbicida ou inseticida.

INTERVALO DE SEGURANÇA: Não apresenta restrições.

LIMITAÇÕES DE USO: A aplicação deve ser realizada em dias de céu claro. É mais eficaz o controle nos estágios iniciais da doença. Como adjuvante, seguir a recomendações dos fabricantes dos produtos principais. OPPA não é fitotóxico nas doses recomendadas para o uso indicado.

PRECAUÇÕES DE MANUSEIO

Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto.
Não utilize equipamentos com vazamento.
Não desentupa bicos, oríficios e válvulas com a boca.
Não manuseie o produto com as mãos desprotegidas.
Use protetor ocular. Se houver contato do produto com os olhos, lave-os imediatamente e veja PRIMEIROS SOCORROS.
Use máscara cobrindo o nariz e a boca.Caso o produto seja inalado ou aspirado, procure um local arejado e veja PRIMEIROS SOCORROS.
Use luvas de borracha. Havendo contato do produto com a pele, lave-a imediatemente e veja PRIMEIROS SOCORROS.
Ao abrir a embalagem, evite respingos. Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga ou viseira facial, luvas, botas e avental impermeável e máscara apropriada.

PRECAUÇÕES DURANTE O USO

Evite o quanto possível contato com a aréa de aplicação.
O produto produz neblina,use máscara cobrindo o nariz e a boca.
Não aplique o produto contra o vento.
Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga e botas.

PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO
Não reutilize a embalagem vazia.
Mantenha o restante do produto adequadamente fechado, em local trancado, fora do alcance de crianças e animais.
Tome banho, troque e lave suas roupas.

PRIMEIROS SOCORROS

EM CASO DE INGESTÃO ACIDENTAL, NÃO PROVOQUE VÔMITO, BEBA ÁGUA E PROCURE IMEDIATAMENTE O MÉDICO, LEVANDO A EMBALAGEM OU O RÓTULO DO PRODUTO. EVITE A INALAÇÃO OU A ASPIRAÇÃO DO PRODUTO.: CASO ISSO ACONTEÇA, PRODURE LOCAL AREJADO E, SE HOUVER SINAIS DE INTOXICAÇÃO, CHAME O MÉDICO. EVITE CONTATO COM A PELE: CASO ISSO ACONTEÇA, LAVE AS PARTES ATINGIDAS COM ÁGUA E SABÃO EM ABUNDÂNCIA E, SE PERSISTIR A IRRITAÇÃO, PROCURE O MÉDICO, LEVANDO A EMBALAGEM OU O RÓTULO DO PRODUTO. EVITE O CONTATO COM OS OLHOS: CASO ISSO ACONTEÇA, LAVE-OS IMEDIATAMENTE COM AGUA CORRENTE DURANTE 15 MINUTOS E, SE PERSISTIR A IRRITAÇÃO, PROCURE UM MÉDICO, LEVANDO A EMBALAGEM E O RÓTULO DO PRODUTO. NÃO APLIQUE O PRODUTO NA PRESENÇA DE VENTOS FORTES OU NAS HORAS MAIS QUENTES. MANUSEIE O PRODUTO EM LOCAL AREJADO.

ATENÇÃO: QUANDO OPPA FOR USADO EM MISTURA COM OUTROS PESTICIDAS, DEVERÃO SER OBSERVADAS AS RECOMENDAÇÕES DA BULA DESSES PRODUTOS.

MECANISMOS DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO PARA O SER HUMANO

Ação: não há sintomas de intoxicação específicos.
Absorção: via oral e dérmica.
Excreção: É excretado pela urina e fezes.


ATENÇÃO: QUANDO OPPA FOR USADO EM MISTURA COM OUTROS PESTICIDAS, DEVERÃO SER SEGUIDAS AS RECOMENDAÇÕES DA BULA DESSES PRODUTOS.
EFEITOS AGUDOS E CRÔNICOS


Agudos: Não há sintomas de intoxicação específicos.
Crônicos: Não são conhecidos.


ATENÇÃO: QUANDO OPPA FOR USADO EM MISTURA COM OUTROS PESTICIDAS, DEVERAO SER SEGUIDAS AS RECOMENDAÇÕES DA BULA DESSES PRODUTOS.


EFEITOS COLATERAIS

Não são conhecidos.

ATENÇÃO: QUANDO OPPA FOR USADO EM MISTURA COM OUTROS PESTICIDAS, DEVERÃO SER SEGUIDAS AS RECOMENDAÇÕES DA BULA DESSES PRODUTOS.

TELEFONES DE EMERGÊNCIA PETROBRÁS
SUSEMA: (021) 534-1840 534-1842 534-2204

INTERVALO DE SEGURANÇA E DE REENTRADA NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS
OPPA não apresenta restrições por ser um produto praticamente não tóxico.

ATENÇÃO : Quando usado em associação com outro pesticida, deverão ser observadas as recomendações da bula do produto com o qual OPPA será aplicado.

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE
-Este produto é POUCO PERIGOSO ao meio ambiente.
-Evite a contaminação ambiental. Preserve a natureza.
- Não utilize equipamento com vazamentos.
-Aplique somente as doses recomendadas.
-Não aplique o produto na presença de ventos fortes.
-Não lave as embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos d'agua.
-Descarte corretamente as embalagens e restos do produto. Siga as instruções constantes no Ítem Destinação Adequada de Resíduos e Embalagens
-Em caso de acidente, siga corretamente as instruções constantes na Bula.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO
-Mantenha o produto em sua embalagem original.
-O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de alimentos, bebidas e outros materiais.
-A construção deve ser de alvenaria ou de outro material não comburente.
-O local deve ser ventilado, coberto, e ter piso impermeável.
-Coloque placas de advertência com os dizeres: CUIDADO! VENENO.
-Trancar o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, principalmente crianças.
-Manter sempre sacos plásticos disponíveis para envolver adequadamente embalagens rompidas ou para recolhimento de produtos vazados.
-Em caso de armazéns maiores, deverão ser seguidas as instruções da NBR 9843.
-Observe as disposições constantes da legislação estadual e municipal.

INSTRUÇÕES EM CASO DE ACIDENTES
Contate as autoridades locais competentes e a PETROBRÁS.
Utilize macacão de PVC, luvas e botas de borracha, óculos protetores e máscara contra eventuais vapores.
Isole e sinalize a área contaminada.
Em caso de derrame, estancar o escoamento, não permitindo que o produto entre em bueiros, drenos ou cursos d água naturais. Siga as instruções abaixo:
PISO PAVIMENTADO - Absorver o produto derramado com terra ou serragem. Recolher o material com o auxílio de uma pá e colocar em tambores ou recipientes devidamente lacrados e identificados. Remover para área de descarte de lixo químico. Lave o local com grande quantidade de água.
SOLO - Retirar as camadas de terra contaminada até atingir o solo não contaminado e adotar os mesmos procedimentos acima descritos para o recolhimento e a destinação adequados.
CORPOS D' ÁGUA - Interromper imediatamente o consumo humano e animal e contatar a PETROBRAS, visto que as medidas a serem adotadas dependem das proporções do acidente, das características do recurso hídrico em questão e da quantidade do produto envolvido.
Em caso de INCÊNDIO, use extintores de água em forma de neblina, C02 ou pó químico, ficando a favor do vento para evitar intoxicação.


DESTINAÇÃO ADEQUADA DE RESÍDUOS E EMBALAGENS

Não reutilize embalagens vazias . As embalagens devem ser enxaguadas 3 vezes e a calda resultante acrescentada á preparação para ser pulverizada.

O local para construção do fosso deve ser distante de casas, de instalações ou de qualquer fonte de água e fora do trânsito de pessoas e animais, porém de fácil acesso e onde não se preveja o aproveitamento agrícola, mesmo a longo prazo. O local não deve ser sujeito a inundações ou acúmulos de água. O solo deve ser profundo, de permeabilidade média, para permitir uma percolação lenta e a degradação biológica do agrotóxico.
Abrir um fosso de 1 a 2 m de profundidade, comprimento e largura, não devendo exceder a 3 m, de acordo com as necessidades. Distribuir no fundo do fosso uma camada de pedras irregulares e uma camada de brita. Ao redor do fosso, cavar uma valeta com escoadouro, para impedir a penetração de enxurradas.
Reservar área suficiente para instalação de mais fossos, de acordo com a necessidade. Isolar a área com cerca de tela, para impedir a entrada de animais e dificultar a de pessoas. Colocar placa de advertência (CAVEIRA) com os dizeres: CUIDADO! LIXO TÓXICO.
Antes de iniciar o uso do fosso, e após cada 15 cm de material descartado, colocar camadas de cal virgem ou calcário para ajudar a neutralização.Completada a capacidade do fosso, cobrir com uma camada de 50 cm de terra e compactar bem. Uma camada adicional de 30 cm de terra deve ser colocada sobre o aterro, para que este fique acima do nível do terreno. Observar a legislação estadual e municipal específica.
É proibido o enterro de embalagens em área de abrangência do PROGRAMA NACIONAL DE RECOLHIMENTO E DESTINAÇÃO ADEQUADA DE EMBALAGENS DE AGROTÓXICOS. Consulte órgão estadual de meio ambiente.

MÉTODOS DE DESATIVAÇÃO

OPPA deve ser incinerado em incinerador licenciado pelo órgão estadual do meio ambiente, queimado em local aberto ou enterrado em local apropriado. ATENÇÃO: quando usado como adjuvante nas caldas pesticidas, deverão ser seguidas as recomendações da bula do produto com o qual OPPA será aplicado.

Recomenda-se, de maneira geral, o MID envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle. O uso de sementes sadias, resistentes, rotação de culturas, época adequada de semeadura, adubação equilibrada, fungicidas, manejo de irrigação e outros, visam o melhor equilíbrio do sistema.

Como ADJUVANTE: Siga as recomendações do agrotóxico no qual OPPA será adicionado.

Para as culturas que, durante o ciclo, exigem um elevado número de aplicações, recomenda-se:
-Realizar rotação de fungicidas com mecanismos de ação distintos, visando prevenir o aparecimento de fungos resistentes e prolongar a vida útil dos fungicidas na agricultura; utilizar o fungicida somente na época, na dose e nos intervalos de aplicação recomendados na bula;
-Incluir outros métodos de controle de doenças (ex. resistência genética, controle cultural, biológico etc) dentro do programa de Manejo Integrado de Doenças (MID) quando disponível e apropriado;
-Consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento das recomendações locais para o manejo da resistência.

Como ADJUVANTE: Siga as recomendações do agrotóxico no qual OPPA será adicionado.