Discutindo a comunicação do agro, sob ângulos diferentes

Discutindo a comunicação do agro, sob ângulos diferentes

Por:
142 acessos

Por Coriolano Xavier, membro do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Professor da ESPM.

Em janeiro próximo, de 21 a 23, a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) realizará um curso voltado à Comunicação no Agro, dentro de sua programação de cursos de férias. “Ângulos Estratégicos de Comunicação e Outros Serviços de Marketing, no Agro”. Este é o nome do curso, que pretende discutir e refletir com os alunos sobre os principais desafios de comunicação que as cadeias produtivas do setor enfrentarão nos próximos anos.

O curso vai abordar questões relacionadas ao planejamento e formulação de estratégias de comunicação e de outros serviços de marketing (promoção, trade marketing, eventos, relacionamento com clientes), principalmente nos segmentos da indústria de insumos e da produção agropecuária. Sempre sob uma visão conceitual e sob um olhar prático do desenvolvimento das ações.

Outros detalhes do programa podem ser conferidos no site do curso*. Entre seus pontos de novidade, está a discussão das variáveis de ambiente mercadológico que se colocam para as marcas, em sua tarefa de construir confiança e conquistar licença social nas dimensões econômica, política e cultural da sociedade. Também a questão da hegemonia do marketing educativo, no setor.

O curso – sob minha organização – foi pensado para jovens profissionais do setor de insumos e serviços para o agro; por exemplo, aqueles de graduação recente e trabalhando como analista ou coordenação de marketing, assim como aqueles de primeira gerência, em amadurecimento. Também para empreendedores da produção agropecuária e seus quadros de gestão, e ainda profissionais de cooperativas, distribuição de insumos e serviços de tecnologia.

Sempre se fala que o agro não comunica bem. Neste curso os jovens profissionais da área terão um espaço para refletir e discutir sobre este recorrente e apaixonado tema. Será que o agro se comunica mal, mesmo sendo um dos setores bem-sucedidos da economia? Ou será que os cenários de comunicação estão a tal ponto disruptivos, que impedem a sedimentação das mensagens de marketing?

(*)https://www.espm.br/educacao_continuada/angulos-estrategicos-da-comunicacao-e-outros-servicos-de-marketing-no-agro/. O curso acontecerá à noite, das 19h30 às 22h30, em São Paulo/SP.

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink