“Não há trigo transgênico liberado comercialmente no mundo”

Agronegócio

“Não há trigo transgênico liberado comercialmente no mundo”

Pesquisadora da Embrapa desmente "Barriga de Trigo"
Por: -Leonardo Gottems
6120 acessos

A pesquisadora da Embrapa Trigo, Elene Yamazaki Lau, desmente a afirmação do médico norte-americano Willian Davis. No livro “Barriga de Trigo”, o cardiologista afirma que o cereal "transgênico" é responsável por uma "epidemia de obesidade" no mundo.


"Não há nenhum trigo transgênico liberado comercialmente em nenhum lugar do mundo", afirma a especialista em transformação genética e biologia molecular. Ela informa que isso pode ocorrer daqui a três anos: "O relatório do ISAAA (International Service for the Acquisition of Agri-biotech Applications) de 2011 fez uma previsão para 2017".


Elene faz uma defesa do avanço da tecnologia: "Todos os transgênicos, para serem liberados, passam por rigorosas análises. Não há nada que indique efeitos indesejáveis. A transgenia é uma ferramenta, como outras, utilizada na tentativa de obter características desejáveis e importantes em qualidade das plantas e saúde humana, de maneira a garantir um alimento melhor ao consumidor e com preservação ambiental". 


"No caso do trigo, entre as características, podemos buscar tolerância a herbicidas, resistência a doenças, tolerância à seca e salinidade, aumento na produção, aumento na qualidade panificativa e nutritiva, que não cause doença celíaca, produção de fármacos, etc. É uma estratégia interessante especialmente quando uma característica desejada é difícil de obter por métodos convencionais", sustenta a pesquisadora sediada em Passo Fundo/RS.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink