AGROTEMPO: instabilidades ganham força no Sul
CI
Imagem: Pixabay
PREVISÃO DO TEMPO

AGROTEMPO: instabilidades ganham força no Sul

Nos próximos dias haverá formação de um novo ciclone
Por: -Aline Merladete

Nesta quinta-feira (15/04), as instabilidades ganham força na região Sul com a intensificação da região de baixa pressão e o aporte de umidade da região amazônica carregada pelos ventos de baixos níveis, cerca de 2 km acima da superfície. No entanto, em grande parte do centro-leste do Brasil, o tempo terá poucas condições para formação de nuvens carregadas, ao contrário do que vai acontecer entre o Norte e norte do Nordeste. 

A tendência para os próximos dias, são as instabilidades que se intensificarão no sul do Brasil, e deverá dar início à formação de um novo ciclone no oceano no dia 18 e uma frente fria associada, com isso, a chuva deverá ser forte em grande parte desde o centro ao litoral do Sul, e também irá influenciar as instabilidades e as condições para chuvas fortes e isoladas em São Paulo, sul e triângulo de Minas Gerais,  no Mato Grosso do Sul e no Rio de Janeiro nos dias 17, 18 e 19. 

Entre os dias 19 e 20 a nebulosidade aumentará desde Minas Gerais ao Espirito Santo e grande parte da Bahia, influenciada pela frente fria, com isso, a tendência deverá ser de chuva forte entre o oeste e leste de Minas Gerais e o Espirito Santo e do sul ao oeste da Bahia. 

Saiba como será o tempo em cada região:

Região Norte
O padrão de circulação e tempo continua muito semelhante ao que vem se observando nos últimos dias, devido ao forte calor e alta quantidade de umidade, além da presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), são esperadas pancadas de chuva em todas as áreas dos estados do norte. Os maiores acumulados, devido ao posicionamento da ZCIT, ficarão nas áreas próximas à Rio Preto da Eva , no centro norte amazonense, também no estado de RR, AP e norte do PA. Esses acumulados podem se aproximar dos 40 mm no decorrer do dia e ter pancadas de chuva localmente fortes em um curto período de tempo. Nas demais áreas, as chuvas serão mais irregulares, mas com condição de ocorrer em qualquer momento do dia. A exceção para esta quinta, será ao extremo sul do TO, onde tem a tendência de tempo mais seco, porém não são descartadas pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas.

Região Nordeste
Bem como na região vizinha, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), mantém as condições para pancadas de chuva no norte do nordeste, especialmente no norte do MA, PI e CE, onde há condições de chuvas fortes com acumulados expressivos superiores aos 30 mm. No litoral baiano, especialmente na grande região de Salvador e Ilhéus, devido à influência marítima, há condições para pancadas de chuva no decorrer do dia, porém sem provocar acumulados expressivos. Contudo, entre o oeste da BA e sul do PI a tendência do tempo nesta quinta-feira indica estabilidade com poucas chances para chuvas.

Região Centro-Oeste
Em grande parte da região, o tempo será predominado por uma massa de ar mais seco, diminuindo a condição para formação de nuvens carregadas especialmente no MS, GO e DF. Porém, em todo o estado do MT, o forte calor e a alta quantidade de umidade no ar favorecem a formação de temporais isolados, irregulares e mal distribuídos. Mas em algumas localidades, especialmente na parcela central e norte do estado, esses temporais podem ocorrer em um curto período de tempo e no decorrer do dia, somar 20 mm de chuva.

Região Sudeste
De maneira geral o tempo segue firme em toda a região sudeste. Porém devido a circulação marítima, na faixa leste da região como no leste de SP, RJ e ES o tempo terá uma maior cobertura de nebulosidade, porém sem condições para chuvas significativas. As temperaturas seguem com um padrão típico da época do ano, amanhecendo mais ameno especialmente nas regiões mais altas entre SP, MG e RJ e nas demais áreas essas temperaturas seguem em rápida elevação no período diurno, podendo superar os 30°C no oeste paulista e triângulo mineiro.

Região Sul
As instabilidade provocadas pela região de baixa pressão ao sul, ganham força e suporte de umidade, com os ventos que trazem a umidade da região amazônica. No entanto, as chuvas mais expressivas ficarão no RS, especialmente no oeste e sul do estado. Essas instabilidades porão chegar ao oeste de SC, mas com pouca intensidade, sendo refletidas em uma maior quantidade de nuvens. Na faixa leste dos estados, o tempo ficará mais encoberto devido a umidade marítima, mas sem grandes condições para chuvas. Além disso, no noroeste do estado do PR a condição é de tempo firme e temperaturas próximas dos 30°C no período da tarde. 

Veja os mapas de como ficam as temperaturas e as chuvas:

Chuva:


Temperatura Máxima:


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink