Área do milho pode encolher até 20% no Paraná

Agronegócio

Área do milho pode encolher até 20% no Paraná

Segundo o técnico do Deral/Seab Antoninho Fontanella, na mi­­crorregião de Francisco Beltrão a queda devará chegar a 23%
Por:
330 acessos

Conforme levantamento preliminar da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab), o Paraná deve registrar um recuo de cerca de 20% na área do milho de verão, se comparado ao ano passado. Em algumas regiões a tendência de queda é ainda maior. O técnico do Departamento de Economia Rural (Deral/Seab) para a mi­­crorregião de Francisco Beltrão, Antoninho Fontanella, estima que a queda deva chegar a 23%. Confirmada essa redução, serão apenas 6 mil hectares contivados com o cereal na região. Na microrregião de Pato Branco, a previsão segue a mesma tendência.

Para o gerente da unidade da Cooperativa Agroindustrial do Sudoeste (Coasul) em Dois Vi­­zinhos, Luiz Carlos Walter, a redução da aposta será mais forte. “O pessoal tem comentado que vai plantar muito pouco milho. Pelo que temos percebido, vai ter queda de mais de 30%. Da forma como está o preço e com todo o volume colhido na safrinha pelo Mato Grosso não sei como vai ficar.”

De acordo com o técnico do De­­ral em Pato Branco Ivano Car­­niel, mesmo se confirmando a re­­dução de 10% no total da área no Brasil, não haverá falta de milho para abastecer o mercado interno. Ele faz as contas: “O estoque nacional hoje está estimado em 10,5 milhões de toneladas de milho. A média de consumo no ano gira em torno de 45 milhões de toneladas e no ano passado foram colhidas 51 milhões de toneladas, com todas as secas e geadas. Então, mesmo que ocorra uma queda geral de 10%, somando com o estoque vai dar mais de 55 milhões de toneladas. Isso sem contar com os estoques mundiais”, salienta.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink