Campeonato mundial premia genética nacional Hereford e Braford
CI
Imagem: Divulgação
PECUÁRIA

Campeonato mundial premia genética nacional Hereford e Braford

Exemplares de criatórios de Alegrete e Bagé se destacaram entre os melhores do planeta
Por:

A genética nacional das raças Hereford e Braford foi destaque em um campeonato mundial realizado no Texas, Estados Unidos. O evento, realizado pela United Braford Breeder e United Hereford Breeder, entidades internacionais, busca promover anualmente uma disputa para eleger o melhor touro de cada continente. Em seguida, os vencedores concorrem ao prêmio mundial.

A raça Hereford foi representada pela Cabanha São Fernando, de Alegrete (RS), que levou para casa o prêmio de melhor touro Hereford da América do Sul, com o animal São Fernando United FIV 8825 “Uber”. “É motivo de alegria e muito orgulho para nós, principalmente no ano em que a Cabanha São Fernando completa 100 anos de criação da raça Hereford. Superamos nossos irmãos uruguaios e argentinos reconhecidos por sua genética fantástica e conquistamos o prêmio de melhor touro Hereford da América do Sul. Um feito e tanto para a história da raça Nacional, mostrando que temos muita qualidade”, comemorou Fernando Cavalcanti, sócio e proprietário da Cabanha São Fernando.

Assim como a raça Hereford, o Braford também foi grande destaque na disputa este ano. Representado pela Cabanha Santa Helena, de Bagé (RS), o touro Santa Helena TE 139 “Señuelo” recebeu o prêmio de segundo melhor touro Braford do mundo. Conforme explica Pedro Obino, sócio e proprietário da Cabanha, o exemplar é filho do touro Punto Final, que disputou a competição em 2017 e ganhou o prêmio de melhor touro do mundo. “O fato de ter o filho do Punto representando o Brasil em uma final, após três anos da nossa primeira participação, é mais gratificante que o prêmio em si, pois consolida e confirma que a genética e a produção do touro Punto Final realmente é consistente”.

Além do touro Señuelo, a Cabanha Santa Helena participou também da competição com a fêmea TE 129 Adalgisa. “Foi um orgulho termos dois animais, filhos do Punto Final, selecionados para representar o Brasil. Além de mostrarmos o trabalho que realizamos em nossa propriedade, conseguimos, através dessa competição agregar valor no rebanho Braford Nacional”, completou Obino.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink